27 C
Guanambi
19.8 C
Vitória da Conquista

Instalação de lombadas eletrônicas começará ainda esta semana em Guanambi

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

A Superintendência Municipal de Trânsito (SMTran) de Guanambi aguarda ainda nesta quinta-feira (9), a chegada de uma equipe da empresa responsável pelo fornecimento e instalação de lombadas eletrônicas em algumas vias da cidade.

De acordo com informações do processo licitatório para aquisição dos equipamentos, serão adquiridas cinco lombadas. Cada uma vai custar o valor de R$19.993,80, totalizando o contrato em R$99.969,00. O pregão eletrônico para a compra dos equipamentos foi realizado em janeiro desde ano, no entanto, só agora os equipamentos começam a chegar no município.

O equipamento adquirido foi descrito como lombada eletrônica SIV estático com detecção de velocidade por Doppler, mostrador de velocidade máxima permitida em adesivos reflexivos, display com dígitos feitos com led de alto brilho, visíveis a mais de 100 metros.

Ainda de acordo com a descrição, a lombada captura a velocidade do veículo através de doppler, evitando assim a necessidade de rasgar o chão para colocação de laços indutivos.

Após a instalação, os equipamentos deverão funcionar em caráter educativo por algumas semanas até começar a registrar multas para quem exceder os limites de velocidade permitidos.

Os locais onde serão instalados os equipamentos e as velocidades máximas permitidas ainda não foram divulgados pela SMTran. De acordo com o superintendente, João de Deus Cotrim, as instalações serão em locais definidos por estudos da equipe de engenharia de trânsito.

Radar x Lombada

Embora os dois equipamentos tenham a função de registrar a velocidade dos veículos em uma determinada via, eles tem funções diferentes. Enquanto os radares são usados para monitorar velocidades nas vias de rolamento e muitas vezes não possuem display para mostrar aos motoristas a velocidade praticada, as lombadas, como o próprio nome diz, tem a função idêntica aos quebra-molas, de forçar que motoristas reduzam a velocidade em determinados pontos.

Aumento de acidentes

O número de acidentes de trânsito em Guanambi cresceu bastante nos primeiros meses de 2022. De acordo com as estatísticas da SMTran, de janeiro a abril, 74 pessoas se feriram em ocorrências nas vias urbanas.

Em apenas quatro meses, o número de feridos corresponde a quase 68% do total de vítimas no ano de 2021, quando 109 pessoas precisaram de algum tipo de atendimento médico após se acidentar no trânsito da cidade.

No mês de maio também ocorreram vários acidentes, inclusive um atropelamento que resultou na morte de uma idosa. No entanto, a SMTran ainda não divulgou as estatísticas oficiais.

O aumento de acidentes coincide com a retirada de pelo menos uma centena de quebra-molas instalados em vias da cidade nos últimos meses. Entretanto, a superintendência nega que haja relação entre a medida e a maior frequência de acidentes.

Na rua Otávio Mangabeira, importante ligação entre o Centro e bairros da região leste da cidade, os acidentes se tornaram quase diários após a retirada de vários quebra-molas, o que fez com que o órgão decidisse implementar sentido único na via.

Multas por excesso de velocidade

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), as multas por excesso de velocidade são classificadas de acordo com o percentual ultrapassado em relação ao permitido na via.

No caso, por exemplo, de um radar que fiscaliza a velocidade máxima de 40 quilômetros por hora (Km/h) registrar a velocidade de 48 k/h, equivalente a 20% superior ao permitido, o condutor será multado por infração média, no valor de R$ 130,16 e ainda vai perder 4 pontos na carteira.

No caso do flagrante ser registrado em velocidades de 49 a 60 Km/h, ou seja, entre 20% e 50% a mais que o permitido, a infração será considerada grave, com multa de R$ 195,23, mais cinco pontos na habilitação.

Por fim, se o motorista passar a mais de 50% da velocidade permitida pelo radar ou lombada eletrônica, a infração será gravíssima e a multa no valor R$ 880,41 e perca de 7 pontos na CNH.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -