26.6 C
Guanambi
22.9 C
Vitória da Conquista

Bahia já tem 49 candidatos às eleições registrados no TSE

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e os Tribunais Regionais Eleitorais (TRE's) de todo o país já estão registrando as candidaturas para os cargos de deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente. Na Bahia, dois partidos começaram a inscrever seus candidatos.

O Partido da Mobilização Nacional (PMN), registrou 40 candidatos a deputado estadual e um a senador, além dos dois suplentes. Marcelo Siqueira Barreto, de 56 anos é o nome escolhido pela sigla para disputar a única vaga ao senado nas eleições deste ano.

Outro partido que registrou candidaturas foi o Novo, que já indicou ao sistema eleitoral seis nomes para a disputa à Câmara Federal.

Dos 49 candidatos registrados até o momento na Bahia, 33 são do sexo masculino e 16 do sexo feminino. Em 2018 o estado teve 1.196 candidatos, sendo 69% do sexo masculino e 31% do sexo feminino.

Ao todo, 34 partidos possuem diretórios estaduais ativos na Bahia. Pela primeira vez, eles não poderão se coligar para concorrer às eleições proporcionais. Aqueles que não conseguirem o coeficiente eleitoral não elegerá candidatos. O estado possui 39 cadeiras na Câmara Federal e 63 na Assembleia Legislativa.

Em todo o país, nos primeiros dias após o início das convenções partidárias, em 20 de julho, até a manhã deste sábado (30), 1.192 cidadãos realizaram o pedido de registro de candidatura. Os partidos têm até 15 de agosto para inscrever seus postulantes aos cargos. O TSE e os TRE's e suas procuradorias eleitoras deverão julgar se as candidaturas atendem aos requisitos.

Também é possível que outros candidatos ou partidos apresentem impugnação contra adversários que possam por algum motivo estar inelegíveis por conta de irregularidades no registro ou por condenações por tribunais colegiados e outros casos previstos na legislação eleitoral, em especial a Lei da Ficha Limpa.

A partir de 16 de agosto, candidatos e partidos podem dar início à campanha eleitoral, com a realização de comícios, distribuição de material gráfico, propagandas na internet e caminhadas. Já as propagandas do horário gratuito de rádio e televisão serão veiculadas entre 26 de agosto e 29 de setembro.

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro e o segundo, se houver, no dia 30.

Estão em disputa em todo o país 1.059 vagas para deputados estaduais e 513 para deputados federais, além de 27 para governadores (27 vices), 27 para senadores (54 suplentes), um para presidente (um vice).

Nas últimas eleições nacionais, em 2018, foram 29,085 candidatos que se registraram para concorrer, sendo que 26.062 foram considerados aptos para a disputa e 3.023 foram impugnados ou renunciaram antes da data do pleito. Diferente de 2022, naquela eleição foram eleitos 54 senadores, o que corresponde a 2/3 da Casa.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -