Estudantes de Urandi desenvolvem ações empreendedoras

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Mais de três mil crianças e adolescentes da rede municipal de ensino de Urandi tiveram a oportunidade de desenvolver ações práticas de educação empreendedora durante o primeiro semestre de 2022. As atividades foram realizadas por meio da parceria firmada com o Programa Cidade Empreendedora e os trabalhos implementados pela Trilha de Educação Empreendedora, ministrada pelo Sebrae.

Segundo a Agência Sebrae de Notícias, ainda no ano de 2021, o programa foi apresentado à gestão municipal, que elaborou um plano de articulação junto à comunidade escolar. No final do ano passado, mais de 200 professores e outros atores da comunidade escolar passaram por um processo de capacitação com agentes do Sebrae e, a partir do início do ano letivo de 2022, as ações foram desenvolvidas com os alunos.

De acordo com Edson Santos, secretário de educação de Urandi, alunos de todas as escolas experimentaram momentos marcantes, com produções elaboradas e criativas como artesanatos, produtos culinários e feira empreendedora.

“As atividades desenvolvidas em sala de aula proporcionaram experiências que dão aos alunos o protagonismo típico do empreendedorismo, expondo diversas habilidades que, muitas vezes, estão ocultas no espaço escolar, pois são inúmeras as produções realizadas pelos discentes com perceptível criatividade e envolvimento com a arte, a curiosidade, o espírito coletivo e cooperativismo”, destacou.

Ainda conforme o secretário, diversas ações estão programadas para serem realizadas neste ano. Estudantes de todas as escolas da rede farão a exposição de suas produções em uma das principais praças da cidade, durante as festividades comemorativas de emancipação política do município, em de outubro deste ano.

“O evento será organizado pela Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, com o envolvimento de toda a comunidade escolar, tendo os alunos como sujeitos principais. Além disso, ainda este ano, a Educação Empreendedora será formalmente incluída no currículo escolar do ensino fundamental e, desta forma, passará a ser oficialmente um componente de destaque na área de ciências humanas”, ressaltou o gestor.

Para Josi Viana, gerente regional do Sebrae em Vitória da Conquista, a educação empreendedora é um instrumento importante na formação dos jovens e um estímulo para que os estudantes desenvolvam o comportamento empreendedor em todas as áreas da vida.

“A educação empreendedora pode, de fato, contribuir na formação desses jovens, trazendo uma nova perspectiva de mundo. Ficamos muito felizes quando o município abraça essa ideia e se engaja, como o município de Urandi. O que é mais bacana é que preparamos 200 professores, então isso não está restrito a apenas um momento, é uma ferramenta que está disponibilizada e o município vai continuar utilizando isso sempre. Esse é o legado que queremos deixar, para além de realizar o processo de capacitação é instrumentalizar o município para que ele continue aplicando essas ferramentas”, concluiu a gerente.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -