Prefeitura abre licitação para concessão de serviço de abastecimento de aviões no Aeroporto de Guanambi

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

A Prefeitura de Guanambi publicou um aviso de licitação no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (18) para concessão onerosa do serviço comercial de fornecimento de combustíveis e lubrificantes para aeronaves no Aeroporto Municipal Isaac Moura Rocha.

As empresas interessadas em prestar o serviço deverão participar do pregão eletrônico, marcado para acontecer às 09h do dia 31 de agosto. A vencedora da licitação terá direito a uma área medindo 400 m² para suas instalações e o valor mínimo estabelecido para a concessão onerosa é de R$ 1.200,00 por mês, com contrato mínimo de 60 meses.

O edital estabelece ainda que todos os custos de implantação da unidade de abastecimento e das construções correrão por conta da concessionária, não cabendo nenhum ônus ao poder público municipal. A empresa terá a opção de reformar as instalações existentes ou fazer novas instalações no PAA – (Parque de Abastecimento de Aeronaves) para adequação das normas ambientais e de segurança.

Neste caso, é vedada a modalidade de abastecimento estático, feito diretamente por bomba de combustível, como é realizado atualmente, sendo obrigatória a utilização de equipamento móvel de abastecimento, ou seja, a empresa que vencer o pregão deverá fornecer um caminhão adaptado para o reabastecimento de aeronaves.

Entre outras obrigações, o concessionário do posto de abastecimento de aeronaves terá que cumprir com todas as despesas de investimentos e manutenção do serviço e providenciar todas as licenças para funcionamento do empreendimento.

Dificuldade de abastecimento

Por conta da localização estratégica, o local é ponto de parada de muitos pilotos que voam pela região e fazem pousos para reabastecimento em um posto já existente. No entanto, a estrutura atual não tem sido satisfatória para atender a aviação comercial.

A Azul Conecta, subsidiária da Azul Linhas Aéreas para integração da malha, precisou refazer sua rota que começa no Recife/PE, passa por Salvador/BA, Guanambi/BA, Belo Horizonte/MG e Jundiaí/SP. Por conta da dificuldade de abastecimento no Aeroporto de Guanambi, a companhia precisou incluir uma escala em Montes Claros no trajeto de volta, feito aos domingos.

Mesmo sendo o Grand Caravan da Azul uma aeronave menor, a estrutura existente não está sendo capaz de garantir o reabastecimento com segurança. Já o ATR-72, avião maior que faz os voos diários para Belo Horizonte, tem autonomia para fazer a viagem de ida e de volta sem necessidade de abastecer em terras baianas.

Confira o edital do Pregão Eletrônico

Iluminação noturna

Uma licitação da Prefeitura de Guanambi já está em andamento para aquisição e instalação de farol rotativo e demais matérias de balizamento noturno, o que irá garantir mais segurança para pousos e decolagens a noite, possibilitando também a inclusão de novos voos no futuro.

 

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -