33.8 C
Guanambi
28.2 C
Vitória da Conquista

Produtores de Caetité, Candiba e Guanambi foram premiados em concurso internacional de queijos

- -

Últimas Notícias

No último final de semana, empresários de Caetité, Candiba e Guanambi receberam  medalhas na 2ª edição do Mundial de Queijos do Brasil, que aconteceu em São Paulo. O evento reuniu queijeiros do Brasil, México, Panamá, Estados Unidos, Protugal, Espanha, França, Itália, Suíça, Inglaterra e País de Gales.

O júri, formado por 180 avaliadores, analisou 1.133 produtos inscritos e distribuiu 484 medalhas. Das 18 medalhas destinadas aos queijos baianos, quatro delas foram entregues a produtores da região de Guanambi.

Os queijos Manga Rosa e Azulzinho do Sertão, da queijaria Tradição, em Caetité, conquistaram, respectivamente, as medalhas de ouro e o bronze. Segundo o produtor Jair Novais, foi um prazer enorme participar e poder representar sua cidade no evento. Além da felicidade em participar do Mundial o empresário destacou, também, o aprendizado acumulado com grandes produtores nacionais e internacionais.

2º Mundial de Queijos do Brasil
Reprodução

Em Candiba, o destaque foi o Requeijão Baiano, da empresa Excelência Lácteos. O produto garantiu medalha de bronze no concurso. O empresário Carmito Júnior relatou ter sido uma experiência única participar do evento. O produtor, que se orgulha do prêmio ser fruto do ofício que aprendeu dos pais, incentiva outras pessoas a participarem e acreditarem em seus produtos e suas raízes.

Já em Guanambi, o grande premiado foi o queijo tipo brie Beija Flor, da empresa Queijo Coalho, que conquistou a medalha de Prata. A empresária Ana Paula Brito ressaltou a conquista, especialmente, por estar concorrendo com produtores da França, berço do seu tipo de produto. Brito, também, dedicou a conquista ao povo da sua terra.

O Sebrae em Vitória da Conquista promoveu uma caravana para que os produtores fossem até o concurso. O órgão salientou que os prêmios são o reconhecimento internacional do produto artesanal brasileiro. Além disso, essas conquistas valorizam o trabalho, a dedicação e a paixão dos produtores de toda a região.

Organizado pela associação SerTãoBras, o Guilde Internationale des Fromager e com apoio de diversas empresas, o concurso teve o queijo suíço, Gruyère Reserve, como grande vitorioso. Em segundo lugar, ficou o queijo azul de cabra Dolce Bosco, produzido em Joanópolis (SP), pela Capril do Bosque e a mestre queijeira Heloisa Collins.

Conheça os outros produtos baianos que, também, foram premiados no Mundial:

  • Amargosa: Queijo Limoeiro Coalho Maturado;
  • Ibicoara: Bande de Trèfle; Queijo Artesanal Bento Barbosa; Queijo Pingado 180 dias; Queijo Sincoraa da Serra 45 dias e Queijo Sincoraa da Serra 180 dias;
  • Itamaraju: Manteiga de Pote, Muçarela Lapinha e Requeijão fundido com Raspa de Tacho;
  • Morro do Chapéu: Santo Uguzon;
  • Nova Fátima: Ambrosia da zeza;
  • São Domingos: Muçarela Maria Bonita;
  • Santonópolis: Coração do Massapê 45 dias;
  • Tanquinho: Iogurtes Artesanais de Licuri, Maracujá e Umbu.

Relacionadas

Deixe uma resposta

- -

Mais Lidas