28.5 C
Guanambi
22.4 C
Vitória da Conquista

Boletim de Urna: em cidade da Austrália, Lula alcançou 64% contra 21% de Bolsonaro

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

Depois dos boletins de urnas divulgados na Nova Zelândia, os brasileiros da primeira cidade da Austrália com votação encerrada também já sabem qual candidato a presidente foi o mais votado. Também já há resultados divulgados na Coreia do Sul e em Singapura, com o petista na frente, e no Japão, onde Bolsonaro abriu boa vantagem.

Por volta de 4h05 da manhã, moradores enviaram as fotos como o resultados nas três seções na cidade de Camberra. Sidney e Melbourne também já encerraram a votação. Em um dos boletins foi possível verificar a veracidade das informações por meio do QR-Code. (veja aqui o boletim validado no aplicativo Boletim na Mão)

Lula 701 Votos (64%), Bolsonaro 228 (21%), Ciro Gomes 65 (6%), Simone Tabet 64 (6%) e os demais tiveram 34 votos. Os brancos e nulos somaram 32. Ao todo, 1.115 eleitores votaram na cidade, sendo que 1.083 foram válidos.

Uma parcial, feita por brasileiros no país, diz que Lula  tem 1.771 votos (52,9%), contra 1.069 31,9% de Bolsonaro. Em terceiro lugar ficou Ciro com 230 votos (6,9%), seguido Tebet com 196 (5,9%) e Felipe D’Ávila com 84 votos (2,5%).

Em 2018, Jair Bolsonaro foi o mais votado na cidade australiana. Ele teve 47,34% dos votos válidos, contra 17,01% de Ciro Gomes e 16,32% de João Amoedo. Fernando Haddad (PT) teve 7,99%.

Resultado eleições austrália 2018
Em 2018, Bolsonaro foi o mais votado no primeiro turno em Camberra

A votação na Austrália começou às 18h desse sábado (1º), pelo horário de Brasília. As urnas foram abertas para o eleitorado brasileiro em Camberra, Sydney e Melbourne. Às 19h começaram as votações também em Brisbane. As de Perth começarão às 20h.

Os primeiros boletins disponíveis de Sidney tiram resultado mais apertado. Lula teve cerca de 53%, contra 31% de Bolsonaro.

Há 22 seções eleitorais na Austrália. No total, 15.390 eleitores aptos a participar do pleito nas diversas cidades.

Na Nova Zelândia, primeiro país a encerrar a votação, Lula teve 71% dos votos válidos contra 15,77% de Bolsonaro. Apenas 450 dos cerca de 3 mil eleitores aptos a votar compareceram à embaixada do Brasil em Wellington, onde funcionou as quatro seções.

 

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias