27.4 C
Guanambi
21.1 C
Vitória da Conquista

Charles Fernandes consegue quase 100 mil votos, mas fica na primeira suplência de deputado federal

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

O deputado federal Charles Fernandes (PSD) não conseguiu se reeleger. Apesar de ter conseguido aumentar expressivamente sua votação, chegado a 99.815 votos, ele ficou na sétima colocação de seu partido, que elegeu seis nomes. Por esta razão, será o primeiro suplente.

Em Guanambi, Charles Fernandes teve 26.821 votos (53,81%), sendo o mais votado na cidade, à frente de Arthur Maia, que teve 10.527 mil votos (21,12%).

Aos 57 anos, Charles é casado e natural de Guanambi. Após ser eleito vereador da cidade em 1999, foi eleito duas vezes vice-prefeito, assumindo o cargo de chefe do executivo municipal em 2010, com a renúncia do prefeito Nilo Coelho (União) para concorrer ao cargo de vice-governador à época.

Em 2012 foi reeleito e permaneceu no cargo até o fim de 2016. Em sua trajetória política, antes de se filiar ao PSD, pertenceu aos quadros do PSDB e do PP.

Ele foi eleito pela primeira vez em 2018, com 74.116 mil votos, na sua primeira tentativa eletiva ao cargo de deputado federal. À época, ficou como primeiro suplente de sua coligação, mas acabou assumindo a última vaga após o indeferimento da candidatura de Luiz Caetano (PT), ex-prefeito de Camaçari.

Durante boa parte de seu mandato, o parlamentar ficou sem saber se poderia concorrer novamente, pois o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) havia o considerado inelegível por conta de um suposto abuso de poder econômico praticado nas eleições de 2016, quando ele era prefeito de Guanambi e trabalhava para eleger seu sucessor, Jairo Magalhães, que acabou sendo eleito na ocasião.

Em dezembro do ano passado, após vários recursos e julgamentos, o TSE entendeu que Charles não cometeu abuso de poder econômico e decidiu devolvê-lo os seus direitos políticos.

Charles declarou à Justiça Eleitoral possuir patrimônio de R$512.901,98, incluindo imóveis, veículos e aplicações em caderneta de poupança. A evolução patrimonial em relação à eleição anterior foi de 19,11% . Em 2018 ele declarou que seus bens eram avaliados em R$ 430.602,26.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias