28.4 C
Guanambi
22.5 C
Vitória da Conquista

Incêndio de grandes proporções destrói centenas de hectares de vegetação na Serra Geral

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

Um incêndio florestal tomou grandes proporções e atinge uma área considerável de vegetação na Serra Geral, em uma região próxima às divisas dos municípios de Pindaí e Licínio de Almeida.

Os primeiros focos foram registrados no fim da manhã desta terça-feira (11) e o fogo ainda não havia sido controlado até a noite desta quarta-feira (12). Desde o início do incêndio, moradores enviaram vídeos e relaram à reportagem que o fogo continua avançando pela vegetação seca, já sendo visto próximo ao distrito de Guirapá.

Imagens de satélite também já capturaram a dimensão do prejuízo ambiental causado pelo fogo, que pode ter queimado mais de 500 hectares de mata em um dia e meio de chamas.

Parte da área atingida pertence à reserva ambiental da Bamin e fica bem próximo ao Centro de Conservação da empresa, onde são produzidas as mudas de árvores usadas para reflorestamento.

A Agência Sertão entrou em contato com a assessoria de comunicação da Bamin, que respondeu na manhã desta quinta-feira (13) que a situação na área da empresa está controlada após o trabalho de sua brigada de incêndio, que usou seis caminhões-pipa, um caminhão de bombeiro e três carregadeiras na ação.

O trabalho envolveu cerca de 30 colaboradores da Bamin e empresas terceirizadas. “A rápida atuação da brigada tornou possível a preservação de grande parte das áreas, além de proteger o Centro de Conservação Socioambiental e o Museu Pedra de Ferro”, diz a nota da Bamin.

A mineradora informou ainda que a situação permanece controlada, porém ainda há focos pontuais de incêndio. “De modo preventivo, a equipe da brigada continua mobilizada e atuando no combate aos focos ainda existentes”, ressaltou.

A vegetação no local é conhecida como Gerais, um tipo de Cerrado com transição para a Caatinga, em locais mais secos, e para a Mata Atlântica, onde há maior acúmulo de água, como nas grotas formadas entre as montanhas, onde estão as maiores árvores.

Pelas imagens de satélite também é possível ver a coluna de fumaça que atravessou todo o município de Pindaí e chegou até Candiba. De Guanambi é possível visualizar a fumaça olhando para o Sudoeste.

Veja a nota da Bamin

A Brigada de Incêndio da BAMIN atuou para debelar as chamas que iniciaram em uma área de vegetação próxima à empresa, na tarde de terça-feira (11), na comunidade de São Domingos, no município de Pindaí. Ninguém ficou ferido e a situação está controlada.

Considerado de grandes proporções, o fogo alcançou parte de território que pertence à BAMIN, sendo contido com a atuação da equipe de brigada, que agiu rapidamente com auxílio de seis caminhões-pipa, um caminhão de bombeiro e três carregadeiras. O trabalho envolveu cerca de 30 colaboradores da BAMIN e empresas terceirizadas.

A rápida atuação da brigada tornou possível a preservação de grande parte das áreas, além de proteger o Centro de Conservação Socioambiental e o Museu Pedra de Ferro. Não houve danos a nenhuma estrutura da BAMIN.

A situação permanece controlada, porém ainda há focos pontuais de incêndio. De modo preventivo, a equipe da brigada continua mobilizada e atuando no combate aos focos ainda existentes.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias