21.1 C
Guanambi
17.7 C
Vitória da Conquista

Boletim de Urna: Lula venceu com 70,3% entre eleitores brasileiros que moram na Nova Zelândia

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

Com eleição iniciada às 16h deste sábado (29) por conta do fuso de 16 horas em relação ao Brasil, a preferencia do eleitorado brasileiro que mora na Nova Zelândia já é conhecida com a abertura das urnas nas primeiras horas da madrugada no Brasil.

Os boletins afixados nas seções após o fim da votação foram fotografados e publicados nas redes sociais. Por meio do qr-code, a reportagem da Agência Sertão conseguiu atestar a veracidade por meio do aplicativo Boletim na Mão, disponibilizado pelo Superior Tribunal Eleitoral.

O país tem quatro seções eleitorais, ambas localizadas na embaixada em Wellington, mas só três tiveram boletins divulgados. No Twitter, uma moradora disse que houve problema com uma urna e que a eleição ocorreu de forma manual.

Lula foi o mais votado com 389 votos (70,3%) contra 164 de Bolsonaro (29,7%). Brancos e nulos somam 16 votos. Ao todo 2.951 eleitores estavam inscritos e aptos a votar no país. Nas três urnas com boletim divulgados foram 569 eleitores (veja um dos boletins), numero superior ao registrado no primeiro turno.

(corrigido para acrescentar o resultado da seção onde houve votação manual)

O petista já havia vencido no pleito do último dia 2 com 329 votos (72,9%), conta 71 votos (15,8%) do atual presidente. Foram 451 votos válidos contabilizados entre os eleitores que compareceram às seções. Os demais candidatos somaram 51 votos.

Os próximos países com votação a terem eleições encerradas serão a Austrália, às 4h e o Japão, às 5h, ambos no horário de Brasília.

Cerca de 4,4 milhões de brasileiros vivem no exterior, de acordo com dados do Ministério das Relações Exteriores. Entre eles há 697 mil inscritos para votar fora do país, ou seja, eles representam apenas uma pequena fração do total de votos, já que há ao todo 156,4 milhões de pessoas aptas a participar da eleição.

A totalização só ocorrerá após o fim da votação, às 17h. No entanto, ao fim das votações em cada um dos países, os boletins de urna são publicados nas respectivas seções eleitorais.

O voto no exterior só é possível para o cargo de presidente. A votação ocorre em embaixadas, consulados e repartições diplomáticas espalhadas por 159 cidades de 97 países.

Veja também

https://agenciasertao.com.br/2022/10/30/boletim-de-urna-lula-vence-entre-brasileiros-de-cidades-da-australia/

https://agenciasertao.com.br/2022/10/30/boletim-de-urna-bolsonaro-recebe-quase-90-de-votos-em-cidade-do-japao-lula-vence-na-coreia-do-sul/

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias