20.1 C
Guanambi
16.6 C
Vitória da Conquista

Vitória da Conquista inicia campanha contra HIV/AIDS nesta quinta

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

O Dia Mundial de Luta contra a Aids/HIV é comemorado, anualmente, em 1º de dezembro, quando começa a campanha Dezembro Vermelho. Em Vitória da Conquista, as ações serão promovidas pelo Centro de Atenção à Vida (Caav) Dr. David Capistrano Filho.

A mobilização é uma forma de apoiar as pessoas que convivem com o HIV, combater o preconceito e melhorar o entendimento da população sobre o tema, as formas de acesso ao diagnóstico e tratamento.

Ao longo do mês, o Caav e as equipes de saúde intensificam as ações de prevenção e acesso ao teste rápido de diagnóstico do HIV no município. A programação começou nesta quinta-feira (1º), com um café da manhã para pacientes atendidos pelo serviço na sede da Associação Renascer.

Na próxima semana, de terça (6) até sexta-feira (9), uma tenda estará montada em frente ao CAAV, na Praça João Gonçalves (próximo à Prefeitura), com oferta do teste rápido de detecção do HIV para qualquer pessoa que tiver interesse, de forma gratuita.

Vale lembrar que todas as unidades de saúde também ofertam a testagem na rotina de serviço. Um dos maiores objetivos da campanha é ampliar o acesso ao teste, e, assim, proporcionar o acesso mais rápido ao diagnóstico e ao tratamento.

“Ainda não está disponível tratamento que possibilite a cura da doença, mas uma pessoa com diagnóstico positivo de HIV, que faz todo o tratamento, pode viver anos sem sintoma ou sem desenvolver a Aids”, ressaltou a coordenadora do Caav, Riviane Santana.

Em 2022, 135 pessoas tiveram diagnóstico para HIV no município. Atualmente, o Caav tem 1.612 pacientes que fazem acompanhamento mensal para retirada de medicamentos, consulta especializada e exames laboratoriais, ou a fórmula láctea para bebês.

O tratamento antirretroviral (TARV) é totalmente oferecido pelo SUS e impede que o vírus se multiplique, ajudando a reduzir a quantidade dele no organismo e diminuindo as chances de transmissão.

As políticas de prevenção também são ofertadas pelo Caav, como a Profilaxia Pós-exposição (PEP), após a relação sexual; e a Profilaxia Pré-exposição (PrEP), antes da relação. Esses são meios recentes de prevenção da transmissão do HIV, além do uso preservativo que era a única opção disponível até pouco tempo.

De acordo com a Secretário Estadual de Saúde da Bahia (Sesab), em 2021, foram notificados, no Estado, 2424 casos de HIV e 1047 casos de Aids em adultos, que representam taxas de detecção equivalentes a 16,2 e 7,0 por 100 mil habitantes, respectivamente.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias