23.7 C
Guanambi
18.6 C
Vitória da Conquista

Governo do Estado decreta situação de emergência por causa da chuva em mais 52 municípios baianos

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

O Governo do Estado publicou, no Diário Oficial, nesta terça-feira (27), dois decretos que determinam providências para mitigar os efeitos das intensas chuvas que atingem diversos municípios do interior da Bahia.

O Decreto de nº 21.807, de 26 de dezembro de 2022, cria o Comitê de Crise – Operação Chuva, com finalidade de adotar medidas excepcionais e emergenciais necessárias. Já o Decreto nº 21.806, de 26 de dezembro de 2022, declara situação de emergência em 52 municípios baianos.

De acordo com o decreto, compete ao Comitê de Crise – Operação Chuva:

  • definir a atuação institucional dos órgãos integrantes no monitoramento e acompanhamento dos Municípios atingidos pelas chuvas;
  • elaborar sistema de logística para atender às demandas regionais;
  • identificar, em atuação com os municípios, os insumos, medicamentos e itens necessários ao restabelecimento das áreas e comunidades afetadas;
  • fornecer recursos tecnológicos e estruturais para o monitoramento e execução das ações adotadas pelo Comitê;
  • empreender esforços para promover a desobstrução do tráfego em rodovias destruídas pelas fortes chuvas;
  • coordenar o processo de mobilização e participação social, além de exercer outras competências correlatas.

Fazem parte do Comitê de Crise a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra); a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS); a Secretaria da Segurança Pública (SSP); a Secretaria da Saúde (Sesab); a Polícia Militar da Bahia (PMBA); o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA); a Casa Militar do Governador, que coordena as ações; a Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb); a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S/A (Embasa).

Os membros titulares e suplentes do Comitê de Crise serão indicados pelos dirigentes dos respectivos órgãos e nomeados pelo governador do Estado. O comitê terá atuação excepcional, enquanto durar a crise.

O Decreto nº 21.806 de 26 de dezembro de 2022 declara situação de emergência nos municípios de Aiquara, Alcobaça, Aracatu, Arataca, Aurelino Leal, Barra da Estiva, Barra do Rocha, Belmonte, Boa Nova, Caetanos, Canavieiras, Contendas do Sincorá, Dário Meira, Guaratinga, Ibicaraí, Ibipeba, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ilhéus, Ipiaú, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itaju do Colônia, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Itapetinga, Itaquara, Itarantim, Itororó, Ituaçu, Jequié, Jitaúna, Jucuruçu, Lafaiete Coutinho, Maiquinique, Manoel Vitorino, Maracás, Mascote, Milagres, Mirante, Pau Brasil, Piripá, Planalto, Poções, Prado, Santa Luzia, Tanhaçu, Ubaitaba, Ubatã, e Vitória da Conquista.

De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (26), pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), o estado tem 205.071 pessoas atingidas pelas chuvas em 106 municípios.

Além disso, 2.212 estão desabrigados, 24.758 desalojados e 178.091 foram afetados em decorrência dos efeitos diretos do desastre. Sete pessoas ficaram feridas e uma morreu.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias