22.3 C
Guanambi
20.2 C
Vitória da Conquista

Entidades de 22 cidades da Bahia podem se inscrever em edital de Radiodifusão Comunitária

Mais Lidas

Termina na próxima segunda-feira (13) as inscrições para o serviço de Radiodifusão Comunitária, segundo edital do Ministério das Comunicações. Fundações e associações sem fins lucrativos de 216 municípios podem participar do certame, que deve beneficiar mais de 7,8 milhões de pessoas nas localidades habilitadas.

Na Bahia os são 22 municípios aptos: Gentio do Ouro, Ibitiara, Inhambupe, Irajuba, Itaeté, Itapicuru, Itiúba, João Dourado, Lagoa Real, Livramento de Nossa Senhora, Mirangaba, Monte Santo, Mucuri, Mutuípe, Nova Redenção, Pindaí, Santa Bárbara, Santa Inês, Sento Sé, Serra Preta, Teodoro Sampaio e Vera Cruz.

A seleção, publicada pela Secretaria de Comunicação Social Eletrônica (Secoe), contempla os estados de Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio Grande do Norte, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí, Santa Catarina, Goiás, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Alagoas, Mato Grosso, Sergipe, Espírito Santo, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins.

O serviço é executado em canais em Frequência Modulada (FM) e as outorgas concedidas terão validade de 10 anos, sem direito de exclusividade.

O Brasil tem cerca de 5 mil rádios comunitárias em funcionamento.

O processo de inscrição é eletrônico e qualquer pessoa física pode enviar requerimento em nome da fundação ou associação comunitária interessada, desde que anexe os documentos necessários para comprovar que tem poderes para representá-la. A documentação será analisada pela Secretaria de Comunicação Social Eletrônica (Secoe) após o término do prazo indicado.

Confira os editais

Como fazer?

O interessado deverá realizar a inscrição por meio do envio de documentação nos moldes do edital e pelo preenchimento de formulário eletrônico disponível no Portal de Serviços do Governo Federal. Nele, é necessário ingressar com a conta única, utilizada para ter acesso aos serviços eletrônicos (Gov.br).

Qualquer pessoa física poderá enviar requerimento em nome da fundação ou associação comunitária interessada, bastando anexar os documentos necessários para comprovar que possui poderes para representá-la. A documentação será analisada pela Secretaria de Comunicação Social Eletrônica (Secoe) após o término do prazo indicado. Todo o processo é eletrônico.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas