20.6 C
Guanambi
16.4 C
Vitória da Conquista

Vitória da Conquista emite alerta após confirmação de 532 casos arboviroses neste ano

Mais Lidas

O município de Vitória da Conquista emitiu mais um alerta contra o mosquito Aedes aegypti. Neste ano, as notificações de dengue, zika e chikungunya subiram no primeiro trimestre e agora começam a desacelerar, mas a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) continua empenhada nas ações de combate ao mosquito e pede ajuda a população, que tem papel fundamental no controle desse cenário.

De acordo com dados atualizados pela SMS, do início do mês de janeiro até essa segunda-feira (22), foram 2.342 notificações suspeitas de dengue, zika e chikungunya no município, com 532 casos já confirmados dessas doenças este ano, sendo 344 de dengue, 177 de chikungunya e 11 de zika.

Comparado ao último boletim, publicado no dia 18 de abril, foram 162 novos casos de arboviroses em um mês, um aumento de 43,78%.

De acordo com a coordenadora do Centro de Controle de Endemias, Gabriela Andrade, as baixas temperaturas do outono e inverno ajudam a diminuir o ritmo de proliferação do mosquito, já que no verão a reprodução é mais acelerada pelas constantes chuvas e calor. Ela também reforçou um alerta: “Estamos tendo casos graves de dengue no nosso município e a população precisa continuar com os cuidados necessários para não favorecer a proliferação do mosquito. Todos os criadouros precisam ser eliminados, evitando o surgimento de novos casos de arboviroses”.

Dessa forma, os cuidados de limpeza e higiene dentro de casa precisam ser constantes para evitar que o mosquito encontre condições de se reproduzir em caixas d’águas e piscinas descobertas, água parada em pequenos recipientes, ralos, calhas, vasos de plantas e até a caixa externa de degelo da geladeira. O descarte do lixo deve ser feito em horário e locais apropriados.

Para fazer a denúncia de alguma situação de risco, entre em contato com o Centro de Controle de Endemias por meio do número: (77) 3429-7419, que os agentes irão até o local para fazer a vistoria.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas