20.6 C
Guanambi
18.3 C
Vitória da Conquista

Estudante de Ibiassucê representará a Bahia no concurso Jovem Senador 2023

Mais Lidas

A estudante Vitória Andrade Couto, do Colégio Estadual Antônio Figueiredo – Tempo Integral, no município de Ibiassucê, venceu a etapa da estadual do Concurso de Redação do Programa Jovem Senador, edição 2023, e representará a Bahia na Semana de Vivência Legislativa, entre os dias 21 e 25 de agosto, em Brasília.

Ela é a quarta estudante da sua região a ganhar o concurso – que já foi conquistado por outras jovens em 2008, 2014 e 2018, todas em instituições de ensino que integram o Núcleo Territorial de Educação (NTE) 13, no Território de Identidade Sertão Produtivo. O tema da redação deste ano foi “Saúde Mental nas Escolas Públicas”.

Vitória Andrade, que também é jovem ouvidora na escola, está muito entusiasmada com a nova experiência na sua trajetória escolar. Filha de professora e concluinte do Ensino Médio, este ano, ela pretende cursar Medicina. Para a aluna, a importância de trabalhar o emocional em toda a comunidade escolar ficou muito em evidência, principalmente no período da pandemia. “Não tenho nem palavras para expressar a felicidade que estou sentindo por minha redação ter sido escolhida entre mais de mil escolas na Bahia. No texto, sugeri que seja feita uma mudança curricular que priorize a saúde mental dos estudantes, desde o Ensino Fundamental ao Ensino Superior”, revela.

A assessora da Coordenação Pedagógica da NTE 13, Anaíde da Silva Fernandes, comemora o fato de o concurso de redação ter sido conquistado novamente por uma estudantes do NTE 13. “Trabalhamos com os alunos na divulgação do concurso, tendo como foco desmistificar a política como algo que não seja bom. O papel do político é fundamental na tomada de decisões importantes que mexem com a vida da população brasileira. É imprescindível que o estudante conheça seus direitos e deveres, porque enriquece a compreensão do papel do exercício pleno da cidadania”, ressalta.

O programa é fruto de uma parceria entre o Senado Federal e as secretarias estaduais da Educação. Para participar, o candidato deve estar matriculado e frequentar uma escola pública, além de ter, no máximo, 19 anos completados até 31 de dezembro de 2023. Cada jovem senador, além da viagem com passagem aérea, hospedagem, alimentação e locomoção incluídas, ganhará um notebook como prêmio. Os 27 alunos selecionados – um de cada Estado brasileiro – vão conhecer o processo legislativo no Senado Federal e elaborar propostas que poderão ser transformadas em projetos de lei.

Jovem Senador

A proposta do programa é incentivar os jovens selecionados a simularem a atuação dos senadores da República em uma legislatura com cinco dias de duração. A tarefa começa com a posse e eleição da mesa (presidente, vice e secretários) e termina com a aprovação dos projetos e sua publicação no Diário do Senado Federal. As sugestões acatadas são encaminhadas à Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) da Casa.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas