30.9 C
Guanambi
21.1 C
Vitória da Conquista

Homem resgatou jiboia em rodovia e entregou à PRF na Bahia

Mais Lidas

Neste sábado (29), uma cobra jiboia que se encontrava em situação de risco foi resgatada na BR 110 e entregue na unidade policial da Polícia Rodoviária Federal (PRF), trecho do município de Paulo Afonso, distante 480 quilômetros de Salvador.

Equipe da PRF encontrava-se de plantão, quando se aproximou um homem apresentando a serpente de aproximadamente um metro e meio. Ele disse aos policiais que o animal estava prestes a ser morto por populares e diante da situação iminente de risco, resolveu resgatá-lo.

Em seguida, foi acionado o Corpo de Bombeiros, que compareceu ao local e removeu a serpente, que deverá passar por cuidados de profissionais para determinar sua condição de saúde. Se estiver saudável, será solta na mata e devolvida a seu habitat natural longe da pista.

Animais são encontrados com bastante frequência na rodovia. Muitas vezes em situações de risco, principalmente atropelamentos. A PRF recomenda atenção redobrada aos motoristas, sobretudo à noite quando a visibilidade é reduzida. Ao avistar animais na pista, reduza a velocidade e jamais buzine, para não assustá-los.

Sobre a espécie

A jiboia é uma serpente não venenosa pertencente à família Boidae, conhecida cientificamente como Boa constrictor. Ela é uma das maiores cobras encontradas nas Américas e possui uma ampla distribuição geográfica, sendo encontrada em diversas regiões tropicais da América do Norte, América Central e América do Sul.

Serpente robusta e poderosa, a jiboia pode atingir tamanhos impressionantes, alguns indivíduos adultos chegando a ultrapassar os 3 metros de comprimento. Seu corpo é musculoso e adaptado para a vida terrestre, sendo que a maioria das espécies possui coloração em tons de marrom, cinza ou verde, com manchas ou listras escuras ao longo do corpo, o que lhes confere um excelente camuflagem em meio à vegetação.

Apesar do seu nome popular “jiboia”, ela não é uma constritora exclusiva. Algumas subespécies têm hábitos arborícolas e podem ser encontradas em árvores, enquanto outras são mais terrestres e preferem habitats florestais ou até mesmo ambientes abertos, como cerrados e savanas.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias