25.5 C
Guanambi
22.1 C
Vitória da Conquista

Incêndios florestais causaram danos à saúde, à fauna e à flora em Vitória da Conquista

Mais Lidas

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Vitória da Conquista relatou os danos causados pelos incêndios florestais que vem assolando áreas do município nos últimos dias. De acordo com a pasta, o tempo seco e as temperaturas altas tem contribuído para o aumento significativo dos registros, comprometendo a saúde da população e a situação da fauna e da flora local.

As áreas atingidas pelo fogo abrangem uma extensa parte do município, sobretudo na zona rural e próximo à Serra do Periperi, em área urbana, com focos de incêndios provocados principalmente por ação humana. Espécies nativas da vegetação da Serra, como o melocactus conoideus, têm sido severamente afetadas, comprometendo a biodiversidade da região.

A secretaria ressaltou que A vegetação nativa desempenha um papel crucial na retenção de água durante os períodos de chuva, ajudando a manter os recursos hídricos e prevenindo enchentes. Com o comprometimento dessas áreas, a população tende a enfrentar problemas de saúde em curto prazo e outros relacionados à escassez de água e instabilidade ambiental no futuro.

A secretária do Meio Ambiente, Ana Cláudia Passos, relata que foram atendidas, entre sábado (11) e domingo (12), mais de 20 ocorrências em locais diferentes. “O dano é muito grande, causado tanto às espécies de plantas, de vegetação, de animais, mas ainda não deu pra gente estimar o prejuízo que foi gerado pelos incêndios deste final de semana”, afirmou.

A secretária ressaltou preocupação com a situação da cidade e destacou o trabalho da equipe de brigadistas da Semma, que conta com apenas 10 servidores e tem trabalhado incansavelmente para combater as queimadas. Entretanto, o combate a esses incêndios tem sido desafiador devido às condições climáticas adversas e à vasta extensão das áreas afetadas. “Estamos empenhados em combater os incêndios, com setores da secretaria envolvidos em desenvolver soluções”, reiterou Ana Cláudia.

A situação deve continuar crítica pelos próximos dias, com a baixa umidade do ar e a onda de calor que atinge a região. Até o fim da semana, as temperatura devem continuar cerca de 5ºC acima da média.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) incluiu Vitória da Conquista no último alerta vermelho da onda de calor, com grau de severidade “Grande Perigo”.

Assim, além de danos ambientais, a fumaça resultante dos incêndios tende a prejudicar a qualidade do ar, o que pode levar a problemas respiratórios em algumas pessoas.

Diante dessa situação, é crucial que a população se mantenha informada e siga as orientações das autoridades locais. Evitar atividades que possam gerar faíscas ou chamas, denunciar qualquer comportamento suspeito que possa levar a incêndios criminosos e apoiar os esforços da brigada de incêndio são medidas importantes para ajudar a conter essa onda de destruição.

As autoridades como a Semma, a Defesa Civil Municipal e o Corpo de Bombeiros estão empenhadas em controlar os incêndios e minimizar os danos. No entanto, é fundamental que haja um esforço conjunto da comunidade, governo e sociedade civil para proteger o meio ambiente e garantir a segurança e o bem-estar da população.

A Semma conclama à população que também ajude e auxilie na fiscalização, denunciando a ação de queimadas intencionais, enquadrada como crime previsto tanto no Código Penal quanto na Lei de Crimes Ambientais.

A Coordenação de Defesa Civil também enfatiza a participação da população com:

  • A destinação correta do lixo, por meio dos sistemas de coleta;
  • Descarte cigarros, fósforos e outros materiais inflamáveis em local apropriado;
  • Manutenção de lotes e terrenos limpos, sem o uso de fogo para isso;
  • Não solte fogos de artifícios nem faça fogueiras;
  • Caso tenha propriedade rural, mantenha limpos os aceiros

A população pode entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente pelo número 3429 7906; e Corpo de Bombeiros, pelo 193.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas