20.6 C
Guanambi
18.3 C
Vitória da Conquista

Professora Luzia Matos Mota foi reeleita reitora do Ifba

Mais Lidas

A professora Luzia Matos Mota foi reeleita reitora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba) para o quadriênio 2024-2027. Ela conquistou mais de 51% dos votos dos(as) professores(as), tendo sido a mais votada também nas categorias dos(as) técnicos(as)-administrativos(as), com exatos 45,68% dos votos, e dos(as) estudantes, segmento do qual recebeu 20,21% dos votos válidos da categoria.

A eleição foi realizada na última quinta-feira, dia 30 de novembro. O resultado final do pleito pelo qual a comunidade elegeu 21 diretores(as)-gerais dos campi foi divulgado nesta quarta-feira, 6 de dezembro, pela Comissão Eleitoral Central (CEC) e está disponível na página Eleições Ifba 2024-2027.

Atual reitora do Ifba, Luzia Mota foi a mais votada nas três categorias com o total de 5.420 votos, somatório de votos válidos de professores(as), estudantes e técnicos(as) administrativos(as) em educação, conquistando 50,3% do total de 10.775 votos válidos dos três segmentos. Brancos e nulos somaram 1.021, o que equivale a 8,6% do total de 11.796 votos computados.

Os dois outros candidatos ao cargo de reitor, Fabíolo Amaral e Renato Anunciação, obtiveram, respectivamente, 36% e 3,9% dos votos dos(as) docentes; 37,5% e 2,5% de votos entre do segmento TAE, e 19,1% e 1,9% entre os(as) estudantes que votaram.

As campanhas eleitorais para escolha do(a) reitor(a) e dos(as) diretores(as)-gerais dos campi do Ifba para o período 2024-2027 tiveram início no dia 27 de outubro de 2023. A Comissão Eleitoral Central (CEC), que coordena as eleições, e as Comissões Eleitorais Locais (CEL) dos campi são responsáveis por conduzir o processo de consulta à comunidade para escolha de reitor(a) e de diretor(a)-geral dos campi. Todas as comissões são integradas por representantes dos segmentos docente, discente e TAEs.

De acordo com o Calendário Eleitoral divulgado pela CEC, a homologação dos nomes da reitora e dos(as) diretores(as)-gerais eleitos(as) está marcada para o próximo dia 15 de dezembro pelo Conselho Superior em Reunião Extraordinária do Consup.

Eleições nos Campi

Na votação do último dia 30 de novembro, a comunidade do Ifba escolheu também os(as) novos(as) dirigentes de 21 campi. Entre os(as) eleitos(as), sete diretoras e 14 diretores assumirão a Gestão dos campi. Quatro atuais diretores-gerais serão reconduzidos ao cargo: os DGs de Jequié, Santo Antônio de Jesus, Lauro de Freitas e Vitória da Conquista.

Confira a lista completa de diretores(as)-gerais eleitos(as) pela comunidade de 21 campi:

CAMPUS

DIRETOR(A)-GERAL ELEITO(A)

BARREIRAS

Ítalo Abreu Lima

BRUMADO

Celton Barbosa Ribeiro

CAMAÇARI

Lúcio Marcos Silva dos Santos

EUNÁPOLIS

Fabiana Zanaleto Bertolde

EUCLIDES DA CUNHA

Josinaldo Manoel Cardoso

FEIRA DE SANTANA

Érika Aparecida de Paula Silva Lima

ILHÉUS

Gabriela Freitas Costa

IRECÊ

Robério Batista da Rocha

JACOBINA

Jorge Ney Valois Rios Filho

JEQUIÉ

Luciano Pestana Santos (atual diretor)

JUAZEIRO

Priscila Martins De Oliveira Santana

LAURO DE FREITAS

Raimar Barbosa Santos (atual diretor)

PAULO AFONSO

Otoni Jader Santana Silva

PORTO SEGURO

Esaú Francisco Sena San

SALVADOR

Luanda Kívia de Oliveira Rodrigues

SANTO AMARO

Marcus Vinícius Silva Santos

SANTO ANTÔNIO DE JESUS

Lúcio Mauro Souza Borges (atual diretor)

SEABRA

Laura Neta Dias do Sacramento

SIMÕES FILHO

Adriana Gomes Santos Fonseca

VALENÇA

Paulo Roberto Tavares de Souza

VITÓRIA DA CONQUISTA

Felizardo Adenilson Rocha (atual diretor)

 

Votação eletrônica

Os(as) estudantes, docentes e técnicos(as) aptos(as) a votarem nas Eleições do Ifba neste ano manifestaram sua escolha por meio da votação online na Plataforma Helios Voting. O voto que é facultativo, secreto e uninominal, tem o sigilo garantido pelo Helios Voting, sistema de votação eletrônica com segurança criptográfica.

Diversas Instituições de ensino e pesquisa utilizam o sistema Helios Voting como sistema de eleição eletrônica de seus(suas) dirigentes, reitores(as), diretores(as) e membros de conselhos, entre elas: a Universidade de São Paulo (USP), Universidade de Campinas (Unicamp), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC),  Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), a Universidade de Brasília (UNB), e os Institutos Federais de São Paulo (IFSP), do Pará (IFPA), de Goiás (IFG), de Rondônia (IFRO), de Santa Catarina (IFSC), do Ceara (IFCE), Instituto Federal Fluminense (IFF),  entre outros.

O sistema de votação online Helios Voting foi desenvolvido por Ben Adida, pesquisador do grupo de criptografia e segurança da informação do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), dos Estados Unidos. A plataforma permite a realização de eleições através da internet e protege o segredo do voto eletrônico por meio de criptografia, nos mesmos moldes da tecnologia de serviços bancários, impedindo que o voto seja revelado de forma individualizada, alterado ou excluído.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas