33.8 C
Guanambi
26.2 C
Vitória da Conquista

Parque aquático deve gerar 1,5 mil vagas de emprego na Bahia

Mais Lidas

A montagem do parque aquático Hot Park Baia das Tartarugas, que vai funcionar em Costa do Sauípe, no município de Mata de São João, no Litoral Norte baiano, deve gerar cerca de 1,5 mil empregos diretos, desde as obras até o pleno funcionamento.

Além disso, o grupo Aviva, responsável pelo complexo Costa de Sauípe, anunciou ainda o retrofit do hotel Premium Sol, que vai passar por uma reforma completa, com investimento de R$ 870 milhões.

De acordo com Alessandro Cunha, presidente da Aviva, uma das grandes novidades do parque é que ele nasce totalmente temático. “Ele traz um storytelling de educação ambiental, trazendo o conceito da tartaruga marinha, da desova aqui e volta para o mar, onde enfrenta dificuldades, como redes de pesca, plásticos. Então, a ideia do parque é fazer também esse trabalho de educação ambiental para as crianças”.

Incentivo do Governo

Nesta segunda-feira, 19 de fevereiro, o governador Jerônimo Rodrigues assinou um decreto que concede estímulo fiscal para aquisição de equipamentos, peças e partes utilizados no empreendimento.

O decreto editado pela Bahia toma por base a Lei Complementar Federal 160/2017, que permite aos governos estaduais utilizar incentivo concedido por outro estado da mesma região, desde que tenha sido convalidado e reinstituído na forma da lei. Para o governador Jerônimo Rodrigues, são muitos os benefícios.

“Nós queremos geração de emprego, e a circulação de mercadorias também, fortalecendo a economia local. E esse parque vai proporcionar tudo isso. Além disso, o Estado e o Município têm retorno com os impostos. Então, a compensação é direta”, afirmou Jerônimo, ressaltando que, através do parque, a marca do turismo na Bahia será levada para outros estados e países.

“O turismo é transversal. Ele necessita do Governo e da iniciativa privada atuando em conjunto. É o que nós assistimos hoje aqui. O grupo Aviva é um investidor aqui na Costa dos Coqueiros. O parque, além de potencializar o empreendimento Costa do Sauípe, terá reflexo em todas as zonas turísticas da Costa dos Coqueiros, atraindo visitantes para aqui”, destacou o secretário de turismo Maurício Bacelar.

O titular da Setur lembrou também que, durante a obra serão gerados muitos empregos diretos. “Mais de 300 pessoas estarão trabalhando aqui e isso vai se refletir em empregos duradouros na área do turismo”, concluiu.

O secretário da Fazenda, Manoel Vitório deu mais detalhes sobre o incentivo que consiste no adiamento integral do pagamento do ICMS no ato da aquisição dos equipamentos, no exterior, passando a integrar o ativo fixo. “A importação dos produtos é fundamental para a implantação do parque aquático, pois não tem fornecedores no Brasil. São poucos no mundo. Essa vantagem ajuda a equação financeira do projeto, pois eles vão poder importar, na prática, sem o pagamento do imposto, que só vai ser pago depois”, explicou.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas