33.8 C
Guanambi
26.2 C
Vitória da Conquista

Governo da Bahia criou três novos batalhões de Polícia Militar em Brumado, Salvador e Vera Cruz

Mais Lidas

O Governo da Bahia criou três novos batalhões de Polícia Militar, sendo em Salvador, no bairro Cajazeiras, e os outros dois nas cidades de Brumado e Vera Cruz. A criação ocorreu por meio de um decreto, assinado pelo governador Jerônimo Rodrigues e publicado na edição desta sexta-feira, 29 de março, do Diário Oficial do Estado.

Agora, a estrutura da PM no estado passa de 21 batalhões para um total de 24, incluído os Batalhões de Ensino Instrução e Capacitação (Beic) e o Batalhão de Eventos (21ºBPME), além dos batalhões de policiamento especializado e das 99 Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPM).

Na capital, foi criado o 22º Batalhão de Polícia Militar (22º BPM), subordinado ao Comando de Policiamento Regional da Capital (CPRC Central), com autonomia administrativa e operacional. De acordo com o decreto, a unidade terá a mesma organização prevista para os batalhões de Polícia Militar e efetivo constituído de acordo com o quadro de organização.

A unidade de Cajazeiras será o segundo batalhão da capital do estado, que também conta com 36 CIPM e outras estruturas da corporação.

No interior, foi criado o 23º BPM, no município de Vera-Cruz, na Região de Nazaré-Maragogipe. A unidade será subordinada ao Comando de Policiamento da Região Metropolitana de Salvador (CPRMS), também com autonomia administrativa e operacional.

Por fim, o município de Brumado passará a contar com o 24º BPM, subordinado ao Comando de Policiamento da Região Sudoeste (CPRSO).

Ainda segundo o decreto, o comandate-geral da PM está autorizado a adotar as providências necessárias para a efetivação dos novos batalhões, com as alterações no quadro de organização da corporação e adequação das áreas de responsabilidade territorial à nova estrutura decorrente da ativação das unidades criadas.

O decreto não menciona a extinção das CIPM nas localidades onde foram criados os novos batalhões.

Delegacia de Combate à Corrupção

Também por meio de decreto do governador, foi criada a Delegacia Estadual de Combate à Corrupção (Deccor). A unidade da Polícia Civil irá atuar contra crimes praticados por meio de contratações prejudiciais ao erário público.

A Deccor, que tem como titular a delegada Larissa Laje, é vinculada à Coordenação Especializada de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (Ceccor/LD), do Departamento de Repressão e Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (DRACO). Trazendo mais eficiência no combate aos crimes desta natureza, a nova Delegacia também terá a colaboração da Delegacia dos Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap) e do Núcleo de Repressão e Combate à Lavagem de Dinheiro e Recuperação de Ativos, do Draco.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a criação da Delegacia Estadual de Combate à Corrupção faz parte da reestruturação da Segurança Pública na Bahia, que teve início em 2023, e se junta a outras estruturas recém-criadas que proporcionam o desempenho das atividades operacionais e administrativas da polícia judiciária baiana de forma mais moderna e adequada à realidade atual.

A nova estrutura da Polícia Civil da Bahia já contempla a criação de outras unidades e departamentos, entre eles a Coordenação de Conflitos Fundiários (CCF), a primeira do Brasil, que substituiu o antigo Grupo Especial de Mediação e Acompanhamento de Conflitos Agrários e Urbanos (Gemacau).

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas