image
O Tempo

Convocados pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) e pela CTB (Central de Trabalhadores do Brasil), as manifestações reuniram sindicalistas para criticar proposta

“Dei muita risada. Uma manifestação que reúne apenas 400 pessoas em São Paulo deve ser considerada um grande fracasso”, afirmou o deputado.

Convocados pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) e pela CTB (Central de Trabalhadores do Brasil), as manifestações reuniram sindicalistas para criticar proposta que será votada nesta terça na Câmara dos Deputados.

Arthur Maia ainda ironizou a convocação da CUT para os protestos, afirmando estranhar o fato de a central sindical ser contra a terceirização. “A CUT já é uma terceirização do PT na luta sindical. Não entendo eles serem contra”, disse o deputado sobre as relações da central sindical com os petistas.

Na manhã desta terça, sindicalistas fizeram corpo a corpo com os deputados baianos no aeroporto de Salvador e receberam promessas de votos contrários ao projeto por parlamentares do PT, PCdoB e PRB.  Arthur Maia não foi encontrado pelos manifestantes –ele embarcou para Brasília na segunda-feira (6).

Ele defende a proposta e diz que a mesma vai ao encontro da legislação dos principais países do mundoJá o presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho, Carlos Eduardo Lima, a proposta vai permitir que empresas terceirizem toda a mão de obra. O procurador do Trabalho disse ainda que há estudos comprovando que os terceirizados trabalham mais, ganham menos e se acidentam mais.

Anúncio

Deixe uma resposta