Redação 96FM

Nesta quarta-feira, 8, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF3) recusou o pedido de habeas corpus pela defesa do empresário Eike Batista. O desembargador Ivan Athié votou a  favor da liberdade para Eike, porém, os desembargadores Abel Gomes e Paulo Espírito Santo, presidente da turma, foram contrários.

A viagem de Eike aos Estados Unidos pouco antes da decretação de sua prisão se transformou em um dos argumentos para negar o pedido de habeas corpus, pois tal viagem poderia representar uma tentativa de fuga. Entretanto, Fernando Martins, advogado do empresário, afirmou que vai recorrer à decisão no Superior Tribunal de Justiça.

Eike Batista foi preso no dia 30 de janeiro, na  34ª fase da Operação Lava Jato, ao desembarcar no Aeroporto Internacional  do Galeão, no Rio de Janeiro, após voltar de Nova York. Eike está preso no Complexo de  Gericinó, zona oeste do Rio de janeiro. O empresário é suspeito de lavagem de dinheiro em um esquema de corrupção que atinge o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, preso também no Rio.

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

Anúncio

Deixe uma resposta