Reprodução
Anúncio

O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) deve votar na quarta-feira (14) a retira dos terceirizados do índice de pessoa das prefeituras.

Os prefeitos argumentam que  a inserção dos terceirizados na análise das contas eleva os gastos na folha de pagamento, o que gera, na maioria das vezes, rejeição dos exercícios financeiros por parte dos órgãos fiscalizadores.

A matéria já tem parecer favorável do relator conselheiro Plínio Carneiro e foi aprovada na 2ª Câmara do TCM por unanimidade em março deste ano.

Colabore

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e ganhe recompensas exclusivas, saiba mais!

Via Metro 1

Deixe uma resposta