27.2 C
Guanambi
20.3 C
Vitória da Conquista

No 1º de Maio Aécio diz que Dilma se acovardou  e deputado a chama de "desgraça"

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Redação 96FM

No tradicional evento em comemoração ao dia do trabalhador promovido pela Força Sindical em São Paulo, o senador Aécio Neves (PSDB) falou que a presidente se acovardou ao não fazer o pronunciamento no feriado. Para o senador o 1º de maio será lembrado como o "dia da vergonha" porque a presidente não teve coragem de falar aos trabalhadores que serão eles que vão pagar a conta da crise causada pela irresponsabilidade e incompetência do governo PT.

Já o deputado Paulinho da Força (SD-SP) chamou a presidente de "desgraça". "Quem quer essa desgraça fora levanta a mão", disse o deputado em referência à Dilma, em seguida ele puxou um coro de Fora Dilma.

O projeto de lei 4330 aprovado na câmara com texto que permite a terceirização em qualquer ramo tem o apoio da força sindical e do Solidariedade mas ficou de fora dos discursos, o guanambiense Arthur Maia, deputado federal relator do projeto também compareceu ao evento.

Um dia antes, Arthur Maia falou com o Mix 96 da 96FM de Guanambi e defendeu o projeto. Ao ser perguntado se concorda com o encaminhamento do seu partido sobre o impeachment de Dilma o deputado disse que ainda que ainda tem dúvidas sobre o assunto,  mas afirmou que novos fatos contra a presidente e membros de seu partido podem fazer apoiar a ideia.

Reprodução Facebook

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -