Anúncio

TJBA

O cartório da 2ª Vara dos Feitos Cíveis e Anexos da Comarca de Guanambi deu baixa em 847 processos ,entre janeiro e dezembro do ano passado, informou o juiz Almir Edson Lélis Lima.

Ele destacou a papel do Núcleo Regional de Digitalização (Nuredi), sediado em Guanambi, que tem avançado na digitalização de processos físicos das 1ª e 2ª Vara dos Feitos Cíveis da comarca.

Um relatório, envolvendo ainda outros o resultados de outras atividades do cartório, foi enviado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e ao Tribunal de Justiça da Bahia.

O documento destaca os processos envolvendo a área de Família, com atenção especial aos de interdição, alimentos e pórcio, impulsionando os feitos e respondendo à prestação jurisdicional.

Durante a Semana Nacional de Conciliação, implantada pelo Conselho Nacional de Justiça, foram realizadas cerca de 300 audiências, entre os dias 16 e 27 de novembro.

Na mesma semana foram realizadas dezenas de perícias médicas nas dependências do fórum, especificamente nas ações envolvendo pedidos de indenização decorrentes de acidentes de transito.

De acordo o escrivão Franklin Ribeiro da Silva, os números são positivos e resultado “da dedicação dos servidores e estagiários do cartório, além do apoio do juiz Almir Edson Lélis Lima”.

O escrivão apresentou o dados referentes ao período de janeiro a dezembro de 2015: decisões: 296; sentenças com resolução de mérito: 257; sentenças sem resolução de mérito: 179; despachos proferidos: 764; audiências realizadas: 538; cartas Precatórias cumpridas pelo Cartório: 251; e processos arquivados: 847.

Anúncio

Deixe uma resposta