Guanambi testemunhará o segundo casamento entre pessoas do mesmo sexo. A primeira união homoafetiva foi registrada no dia 26 de junho do ano passado entre as jovens Anne Carla e Juliana.

Nesta sexta-feira às quatro e meia da tarde, os jovens Daniel e Roberto Aldi “trocam alianças” perante o Juiz de Paz Jaldo Cambuy da Silva no Fórum local.

O casamento civil entre pessoas do mesmo sexo está assegurado por decisão do Superior Tribunal Federal (STF), e pela Resolução nº 175, de 14 de maio de 2013, do Conselho Nacional de Justiça, que obriga os cartórios a realizarem a cerimônia.

10df4ca9-7ada-40b3-a383-cbc162ef060f

Por Bonny Silva

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui