Reprodução

Tanto a inclusão do nome social, quanto a atualização da identidade de gênero podem ser feitos no cartório ou no posto de atendimento da zona eleitoral do interessado, basta apresentar um documento oficial com foto no ato da solicitação.

O prazo para esta atualização termina em 9 de maio, prazo final para tirar ou transferir o título de eleitor, fazer alguma alteração cadastral e ainda, para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar transferência para seção com acessibilidade. Presos provisórios e adolescentes internados também tem até 9 de maio para regularizar se quiserem votar em outubro.

Para ser atendido na Justiça Eleitoral, o interessado deve levar o título de eleitor, comprovante de residência e documento de identificação com foto, os homens precisam levar também comprovante de quitação militar. O primeiro turno das eleições este ano será no dia 7 de outubro –

Graziele Bezerra – Radio Nacional

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui