Reprodução

Cotado para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Sedur) do segundo governo de Rui Costa (PT), Charles Fernandes, ex-prefeito de Guanambi ainda não se manifestou, de forma oficial, sobre a proposta.

Ao que tudo indica, Charles pretende assumir o cargo de deputado federal. Nesta Quinta Feira (31) Charles Fernandes publicou um vídeo nas redes sociais, onde o presidente estadual do PSD, senador Otto Alencar, parabeniza o deputado e o discurso aponta que charles irá assumir a cadeira na câmara.

“Charles eu te recebo aqui no senado federal com muita alegria, Você é deputado federal de Guanambi e da região e vai defender o nosso querido sudoeste. O seu trabalho foi louvável, você lutou muito, venceu muitas resistências. Isso é da nossa vida mesmo, do interior, sempre encontramos obstáculos, mas sempre superamos. Vamos conversar aqui agora sobre as propostas que ele vai levar para câmara federal e irá defendê-las em beneficio do seu povo”, afirma Otto.

Aliados do deputado federal eleito, disseram a reportagem do portal Folha do Vale, que ele não deve assumir a Sedur, como deseja integrantes do partido.

Segundo informações desses aliados, desde que recebeu o convite do Governador Rui Costa (PT), Fernandes teria conversado com lideranças regionais, que se posicionaram contra. Os aliados afirmaram ainda que o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM), teria aconselhado o colega a não desistir do cargo de deputado. Para Maia, Fernandes ganharia mais visibilidade em Brasília.

Perguntado se aceitaria o convite de Rui Costa para assumir a Sedur, Charles não quis se pronunciar sobre o assunto.

Essa indicação beneficiaria Paulo Magalhães (PSD), que não conseguiu sua reeleição e ficou na segunda suplência de deputado. Nos bastidores, governistas dizem que o senador Otto Alencar, não abre mão de ter Paulo Magalhães no Congresso.

O ex-prefeito de Guanambi foi candidato a deputado federal pelo PSD em outubro, obtendo 74.166 votos, conquistando a primeira suplência de sua chapa. Com o indeferimento da candidatura do ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT), Charles fica com a última vaga na Câmara Federal. Charles será empossado nesta sexta-feira (1º), às 10h, em sessão no Plenário Ulysses Guimarães.

Charles Fernandes teve seu registro de candidatura confirmado pelo TSE no fim do mês de dezembro de 2018, no entanto existem dois recursos contra a expedição do seu diploma. Um desses recursos foi impetrado pela coligação Unidos para Mudar a Bahia, o outro pela Procuradoria Geral Eleitoral (PGE). A alegação dos recorrentes é de que Charles não pode assumir uma cadeira na Câmara Federal por ter sido considerado inelegível pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), por prática de abuso de poder político cometido nas eleições de 2016.

Como a condenação aconteceu após o julgamento do registro de candidatura, Charles pôde concorrer normalmente ao pleito de 2018.

Assista ao vídeo completo

Confira o áudio desta notícia

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui