Divulgação / Defesa Civil

Após mobilizar a estrutura de comunicação do governo para afirmar que houve apenas transbordamento da barragem de Quati, em Pedro Alexandre, o governo do Estado voltou atrás na manhã desta sexta-feira (12) e admitiu que a estrutura teve “rompimento parcial”. Em nota enviada à imprensa, a Secretaria de Comunicação disse que uma vistoria feita no fim da manhã desta sexta identificou que isso verdadeiramente ocorreu.

“O Governo do Estado esclarece que, inicialmente, houve o transbordamento da barragem, com rachadura nas laterais. No entanto, a pressão da água acabou provocando rompimento parcial do equipamento. Uma nova vistoria será realizada, na tarde de hoje, para verificar a extensão dos danos e a situação de barragens vizinhas ao Quati”, diz o comunicado.

O estado vinha, desde quinta (11), divergindo da prefeitura e da Agência Nacional de Águas (ANA), órgão federal, que atestaram rompimento da barragem. O governo fez um esforço concentrado para divulgar a versão do transbordamento.

O secretário estadual de Comunicação, André Curvello, chegou a participar do programa do apresentador José Eduardo, na Rádio Metrópole, para desmentir a versão que circulou inicialmente.

O rompimento da estrutura aconteceu no fim da manhã de quinta, por causa das fortes chuvas que atingem a região. A água que vazou da barragem invadiu Pedro Alexandre e a cidade vizinha Coronel João Sá.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

A cidade de Coronel João Sá foi a mais atingida pela inundação, porque fica em uma altitude mais baixa que Pedro Alexandre. Cerca de 500 pessoas estão desalojadas.

Via Bnews

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui