O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel, teve uma deflação (queda de preços) de 0,01% em setembro deste ano. Em agosto, a deflação foi mais acentuada, com uma queda de preços de 0,67%. Os dados são da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Apesar das quedas de preços dos últimos meses, o IGP-M acumula taxas de inflação de 4,09% no ano e de 3,37% em 12 meses.

A alta da taxa de agosto (-0,67%) para setembro (-0,01%), foi puxada pelos preços no atacado e pelo custo da construção. A taxa do Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, subiu de -0,48% em agosto para -0,15% em setembro. Já o Índice Nacional de Custo da Construção passou de 0,34% para 0,60% no período.

Por outro lado, o Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, teve queda, ao passar de uma inflação de 0,23% em agosto para uma deflação de 0,04% em setembro.

Edição: Valéria Aguiar

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui