Foto: Blog do Latinha | Reprodução

O Grupo Afromalêko promoverá a Semana da Consciência Negra 2019 em Guanambi, nos dias 16 a 20 de novembro. O evento é um abrangência do tradicional cortejo do Grupo Afromalêko que nesse ano conta com parceiros e tem venda de abadá.

A programação inicia no sábado (16), com roda de conversa temática, a partir das 18h, na Câmara Municipal. No domingo (17) a partir das 18h, na Praça Henrique Pereira Donato (Praça do Feijão), serão realizadas rodas de capoeira, samba de roda e oficina de turbante.

Na segunda-feira (18), às 18h, o grupo promoverá um ensaio geral de percussão. Na terça-feira (19), acontecerá a oficina de percussão às 18h, na Rua Ana Nery, no bairro Monte Pascoal.

No último dia (20), Dia Nacional da Consciência Negra, será realizado o tradicional cortejo do Grupo Afromalêko. De acordo com  organização, o grupo faz o desfile com o objetivo de transmitir a cultura e a história dos povos afro-brasileiros e também chamar a atenção sobre o racismo e a intolerância religiosa.

A concentração para o cortejo do Grupo Afromalêko acontecerá na Rua Ana Nery, às 19h. E nesse no tem uma novidade, o desfile terá a venda do abadá por um valor simbólico de R$ 10. Toda renda arrecadada será destinada para ajudar nas atividades desenvolvidas pelo Afromalêko em Guanambi.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Os abadás estão sendo comercializados pelos integrantes da organização. Para comprar é necessário entrar em contato com eles ou então, pelo instagram do grupo. O evento conta com o apoio do Centro Universitário UniFg e da Prefeitura de Guanambi.

Sobre o Dia da Consciência Negra

O dia da Consciência Negra é comemorado anualmente em todo país, no dia 20 de novembro. A data tem como objetivo fazer uma reflexão sobre a importância do povo e da cultura africana no Brasil. Além disso, é utilizada para que possamos analisar o impacto que os negros tiveram no desenvolvimento da identidade cultural brasileira.

A data foi criada, em 2003, e instituída oficialmente em âmbito nacional com a lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. No Dia da Consciência Negra é feriado oficial em mais de mil cidades brasileiras.

A data homenageia o pernambucano Zumbi dos Palmares. Zumbi foi um dos principais representantes da resistência negra à escravidão na época do Brasil Colonial. Foi líder do Quilombo dos Palmares, comunidade livre formada por escravos fugitivos das fazendas. Ele faleceu no dia 20 de novembro de 1995.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui