Reuters

Os municípios de Brumado e Vitória da Conquista já possuem sete casos cada de infecção pelo novo Coronavírus. Os últimos resultados foram disponibilizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/BA) na noite desta segunda-feira (6).

Em Brumado, o primeiro caso foi confirmado no dia 23 de maio, enquanto Vitória da Conquista registrou o primeiro caso no dia 31. As secretarias de Saúde das duas cidades não informaram o estado de saúde dos infectados, nem se estão internados ou em isolamento domiciliar.

Em Vitória da Conquista, 5 pacientes testaram positivo em análises realizadas pelo Lacen e outros dois casos foram confirmados por laboratório privado e enviados para contraprova no Lacen. Os novos casos serão publicados no Boletim completo, a ser divulgado nessa terça-feira (07) pela Secretaria Municipal de Saúde.

Nesta segunda-feira, foram notificados 32 novos casos com suspeita clínica e epidemiológica de infecção pela Covid-19 no município, totalizando o número de 261 notificações. De acordo com Boletim epidemiológico atualizado pela Secretaria Municipal de Saúde, 133 casos já foram descartados laboratorialmente e 5 por vínculo epidemiológico*. Além disso, 75 pacientes aguardam resultado laboratorial e 42 aguardam coleta.

Ainda nesta segunda-feira, a Prefeitura de Vitória da Conquista revogou o decreto que flexibilizava o funcionamento do comércio, publicado no dia anterior. Todo o comércio varejista considerado não essencial só pode funcionar com entrega a domicílio ou em balcão na porta do estabelecimento.

Já em Brumado,  371 foram casos notificados e estão sendo monitorados, outros 18 foram descartados e sete aguardam resultado dos exames.

A Bahia registra 437 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 6,7% do total de casos notificados. Até o momento, 2.511 casos foram descartados e houve dez óbitos, sendo 08 no município de Salvador (05 idosos do sexo masculino, 01 idosa do sexo feminino, 01 pessoa do sexo masculino de 55 anos e 01 pessoa de 41 anos do sexo feminino), 01 óbito no município de Utinga (sexo masculino, 80 anos) e 01 no município de Itapetinga (sexo feminino, 28 anos). A letalidade foi de 2,28%.

Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta segunda-feira (6). Ao todo, 83 pessoas estão recuperadas e 46 encontram-se internadas, sendo 26 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

A mediana de idade é 40 anos, variando de 4 dias a 96 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 26,77% do total. Porém, o coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 50 a 59 anos (5,92/100.000 hab), indicando o maior risco de adoecer entre essa faixa etária.

Os casos confirmados estão distribuídos em 51 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (59,95%).

Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Em todo o país, segundo o Ministério da Saúde, 12.056 casos foram confirmados e 553 óbitos foram registrados até o fim da tarde desta segunda-feira (6).

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui