Foto: divulgação/Santa Casa de Itabuna

A equipe da Unidade de Tratamento Intensivo do coronavírus (UTI–Covid-19), da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, encontrou uma forma de confortar os pacientes com “visitas virtuais” de suas famílias. Os profissionais de plantão utilizam um tablet com acesso à internet para aproximar o vínculo familiar.

A visita virtual está sendo coordenada por psicólogos da unidade COVID que, antes de tudo, fazem uma avaliação com base nos critérios clínicos do paciente. Isso determina quem receberá as visitas e quem só receberá estímulos. “Só recebe a visita virtual da família pacientes que não estão sedados e ainda conseguem falar. Já os pacientes que encontram-se sedados e sem condições de fala, recebem outros estímulos, através de áudios, mensagens e músicas enviadas pela própria família”, explicou a psicóloga da unidade médica, Laíse Nascimento.

Para o médico intensivista e provedor da Santa Casa de Itabuna, Eric Júnior, a ação faz parte do trabalho de humanização institucional, que além de tratar os pacientes, traz conforto às pessoas internadas e aos seus familiares neste momento tão delicado. “Entendemos que este tipo de situação não deve ser fácil para ninguém. Saber que um familiar seu está na UTI e não poder visitá-lo, isso é doloroso para quem está do outro lado. Por mais amor e cuidado que os pacientes recebam da equipe, ter o carinho da família sempre dá um alento, por isso, resolvemos promover estas visitas. E o resultado desta nossa pequena atitude tem sido positivo para a recuperação destes pacientes”, comentou o médico.

A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna informou que a segurança do paciente é prioridade institucional, e os equipamentos utilizados na ação são higienizados conforme protocolo definido junto a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH).

*Informações do Aratuon

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui