Reprodução

Um estudo feito nos Estados Unidos com hidroxicloroquina não mostrou benefícios no tratamento contra a covid-19. A conclusão ocorreu em uma pesquisa abrangente em hospitais veteranos do país, com 368 pacientes. Houve mais mortes entre aqueles que tomaram a hidroxicloroquina do que entre os que receberam tratamento padrão para a doença, segundo pesquisadores envolvidos na iniciativa.

Cerca de 28% dos pacientes que receberam hidroxicloroquina e o tratamento normal morreram, enquanto as mortes foram de 11% entre aqueles que apenas receberam o tratamento usual. Além disso, cerca de 22% daqueles que receberam hidroxicloroquina e também azitromicina morreram, mas a diferença entre esse grupo e aquele que recebeu tratamento padrão não foi considerada grande o suficiente para descartar outros fatores que podem ter influenciado.

Segundo o Metro 1, o presidente norte-americano Donald Trump e o presidente do Brasil Jair Bolsonaro compraram recentemente novas doses da hidrocloroquina para tratamento em pacientes com o novo coronavírus.

A pesquisa foi postada on-line pelos pesquisadores e submetida para publicação no New England Journal of Medicine, mas não foi até agora revisado por outros cientistas. Ela foi financiado por bolsas do Instituto Nacional de Saúde e da Universidade da Virgínia.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui