Reprodução

Um decreto publicado na edição desta sexta-feira (22) do Diário Oficial do Município indica que haverá uma flexibilização para o funcionamento do Mercado Municipal e das feiras livres da cidade e dos distritos.

A regulamentação altera o artigo 6º do decreto n°761/2020, que estabelece as medidas de temporárias e emergenciais de prevenção de contágio pelo Coronavírus. Este decreto determinou o fechamento de todo o comércio e atividades de serviços consideradas não essenciais.

O artigo modificado não permite o funcionamento imediato do Mercado e das feiras livres, mas indica que uma portaria será editada para regulamentar o funcionamento destas atividades, seguindo um regramento de segurança para minimizar o risco de contágio dos feirantes e clientes.

O Mercado Municipal e as feiras livres estão suspensas desde o último domingo (17), após um surto de contaminação pelo coronavírus ter sido detectado em uma alojamento de trabalhadores das obras de uma linha de transmissão de energia. Dos 120 homens alojados, 13 testaram positivo após serem submetidos a testes rápidos na última sexta-feira (15).

Na quarta-feira (20), outros quatro casos da Covid-19 foram confirmados após análises do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/BA), sendo dois de ocupantes do alojamento e outros dois de duas mulheres residentes na cidade. Na quinta-feira (21), mais um caso foi confirmado pelos testes rápidos, totalizando 18 pessoas contaminadas na cidade. Segundo a secretaria de Saúde, até o momento, nenhum dos pacientes evoluiu para a fase grave da doença e todos seguem em isolamento domiciliar.

Em Urandi, onde fica o canteiro de obras da empresa responsável pela construção da linha de transmissão, são 42 pessoas testadas positivo para a Covid-19

.

Brasil

Segundo os dados do Ministério da Saúde, O Brasil acumula 21.048 óbitos, 1.001 registrados na última hora. O total de casos chegou a 330.890, com 135.430 pessoas recuperadas.

Bahia

A Bahia registra 12.557 casos confirmados de Covid-19, o que representa 15,71% do total de casos notificados no estado e 399 óbitos. Cumpre ressaltar que, desde o dia 19 de maio, 1.472 casos confirmados aguardam validação dos municípios.

Considerando o número de 12.557 casos confirmados, 3.679 recuperados e 399 óbitos, 8.479 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 1.852 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 234 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (64,21%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca(3.752,62), Itabuna (3.311,09), Ipiaú (2.855,71), Ilhéus (2.630,49) e Salvador (2.478,11).

O boletim epidemiológico registra 33.084 casos descartados e 79.916 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais, até as 17h desta sexta-feira (22).

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.464 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 783 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 53%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 596 leitos exclusivos para o coronavírus, 392 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 65,8%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui