Divulgação

O Hospital Municipal de Caetité recebeu os primeiros equipamentos para atender pacientes diagnosticado com o novo Coronavírus (Covid-19). A unidade estava sendo destinada para o tratamento do câncer, no entanto foi adaptada devido a pandemia.

De acordo com a Assessoria de Comunicação da prefeitura (Ascom), dentre os aparelhos que foram recebidos estão monitores de vários parâmetros de cabeceira (para medir temperatura, pressão, respiração, oxigenação), cardioversores com desfibriladores, ventilador pulmonar infantil/neo-natal, unidade móvel cárdio-respiratória, aparelho de raio-X e eletrocardiógrafo.

Além disso, foram recebidas macas, leitos hospitalares com adequações, além de materiais necessários para o funcionamento e uso dos equipamentos.

O Município de Caetité recebeu ofícios do Ministério Público estadual no dia 19 de maio para que informasse acerca da existência de convênios e consórcios celebrados com o Estado da Bahia para as obras de adaptação do hospital que será destinado exclusivamente para pacientes com coronavírus.

Segundo a Ascom, a prefeitura municipal de Caetité já cumpriu a sua parte no que se refere à implantação do Hospital de Emergência para a Covid-19 e, no momento, aguarda a finalização da contrapartida do Estado.

A Assessoria informou que problemas têm sido enfrentados, principalmente no que se refere à entrega dos respiradores, que foram comprados e ainda não foram entregues.

A polícia baiana deflagrou, na manhã desta segunda-feira (1º), a operação Ragnarok, que cumpriu três mandados de prisão e 15 de busca e apreensão em Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal, contra quadrilha que fraudou a venda de equipamentos hospitalares.

A operação se deu a partir de um inquérito policial instaurado, que tinha como objetivo apurar as fraudes no âmbito da contratação do Consórcio Nordeste com a empresa Hempcare, na compra de 300 ventiladores clínicos de UTI, que seriam distribuídos para todos os estados do nordeste. A Bahia receberia 60 respiradores e os demais estados ficariam com 30 cada.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui