Reprodução

O MEC (Ministério da Educação) anunciou nesta quarta-feira (17) alterações nos cronogramas de dois dos principais mecanismos de acesso ao ensino superior – adiamento das inscrições do ProUni (Programa Universidade para Todos) e do Fies (Financiamento Estudantil).

As datas do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) já haviam sido adiadas na terça-feira (16). Todos os programas utilizam as notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) como forma de seleção.

O ProUni fornece bolsas integrais e parciais em instituições particulares de ensino superior, e o Fies, contratos de financiamento das mensalidades. Já o Sisu é o sistema de acesso para universidades públicas, e praticamente todas as federais escolhem seus alunos por ele.

As mudanças nos cronogramas ocorrem, segundo o MEC, por causa da “suspensão de algumas atividades acadêmicas e administrativas nas universidades ocorridas em consequência da pandemia do novo coronavírus”.

Segundo a assessoria de imprensa do MEC, as inscrições do ProUni vão de 14 a 17 de julho. Antes, o prazo seria entre 23 e 26 de julho. O Fies, que teria inscrições de 30 de junho a 3 de julho, teve a data transferida para o período entre 21 e 24 de julho.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, já havia anunciado na terça que as inscrições do Sisu do 2º semestre serão abertas somente em julho.

O fechamento de escolas e universidades por causa da pandemia do novo coronavírus tem levado instituições a reavaliarem a abertura de processo seletivo neste segundo semestre. O MEC chegou a estender o prazo para as universidades aderirem ao sistema.

A pasta afirma que serão oferecidas 51 mil vagas na seleção. Na edição do 2º semestre do ano passado, foram disponibilizadas 58 mil vagas.

As inscrições para o Sisu vão de 7 a 10 de julho. O MEC divulgou o edital com o novo calendário do sistema nesta quarta, onde consta que os resultados serão conhecidos no dia 14 de julho.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui