Reprodução

O MEC (Ministério da Educação) anunciou nesta quarta-feira (17) alterações nos cronogramas de dois dos principais mecanismos de acesso ao ensino superior – adiamento das inscrições do ProUni (Programa Universidade para Todos) e do Fies (Financiamento Estudantil).

As datas do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) já haviam sido adiadas na terça-feira (16). Todos os programas utilizam as notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) como forma de seleção.

O ProUni fornece bolsas integrais e parciais em instituições particulares de ensino superior, e o Fies, contratos de financiamento das mensalidades. Já o Sisu é o sistema de acesso para universidades públicas, e praticamente todas as federais escolhem seus alunos por ele.

As mudanças nos cronogramas ocorrem, segundo o MEC, por causa da “suspensão de algumas atividades acadêmicas e administrativas nas universidades ocorridas em consequência da pandemia do novo coronavírus”.

Segundo a assessoria de imprensa do MEC, as inscrições do ProUni vão de 14 a 17 de julho. Antes, o prazo seria entre 23 e 26 de julho. O Fies, que teria inscrições de 30 de junho a 3 de julho, teve a data transferida para o período entre 21 e 24 de julho.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, já havia anunciado na terça que as inscrições do Sisu do 2º semestre serão abertas somente em julho.

O fechamento de escolas e universidades por causa da pandemia do novo coronavírus tem levado instituições a reavaliarem a abertura de processo seletivo neste segundo semestre. O MEC chegou a estender o prazo para as universidades aderirem ao sistema.

A pasta afirma que serão oferecidas 51 mil vagas na seleção. Na edição do 2º semestre do ano passado, foram disponibilizadas 58 mil vagas.

As inscrições para o Sisu vão de 7 a 10 de julho. O MEC divulgou o edital com o novo calendário do sistema nesta quarta, onde consta que os resultados serão conhecidos no dia 14 de julho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui