Reprodução

O pesquisador Robério Santos lançou um documentário sobre Bem-Ti-Vi, personagem do cangaço marcante na história de Carinhanha, neste mês de julho, em seu canal no Youtube. O documentário  foi gravado em Carinhanha e está disponível para todos no canal “O cangaço na Literatura”. A produção foi dividida em três partes.

A pesquisa retratada no documentário, revelou detalhes do ex-cangaceiro Bem-Ti-Vi do grupo de Lampião e Corisco, conhecido em Carinhanha como Benedito Bacurau. Segundo o documentário, Bem-Ti-Vi teve uma vida simples de sapateiro, disfarçando seu passado épico no cangaço.

Ainda é retratado no enredo que Bem-Ti-Vi teve um amor proibido com Lídia que era companheira do sanguinário Zé Baiano, romance que é presente também em centenas de livros, diversos filmes e até novelas.

No primeiro capítulo, é retratada a possível rota na qual Bem-Ti-Vi passou, por meio de relatos de amigos dele, e mostra o local onde o personagem foi enterrado. Confira: 

O segundo capítulo, mostra a primeira casa que Bem-Ti-Vi viveu e conta o relato de Virgílio, uma das primeiras pessoas que abrigou o possível cangaceiro em Carinhanha. Confira:

Já o último capítulo, revela detalhes da morte de Bem-Ti-Vi, além do local que ele morava e trabalhava antes de morrer. Confira:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui