Três candidatos foram registrados para concorrer à prefeitura de Guanambi em 2020.  Jairo Magalhães (PSD), Nilo Coelho (DEM) e Valda do PT (PT) vão disputar o voto dos 62.147 eleitores aptos a irem às urnas no dia 15 de novembro. A campanha começou oficialmente neste domingo (27) e o horário eleitoral gratuito na rádio começa no dia 9 de outubro.

O registro de três candidatura quebra uma sequência de três eleições com apenas dois candidatos. A última vez que o eleitor guanambiense teve três opções foi em 2004, quando Nilo Coelho, Luiz Carlos e Dr. Vá concorreram ao pleito. Nilo Coelho se saiu melhor na oportunidade e foi eleito com 48,97% dos votos válidos, Luiz Carlos teve 36,27% e Dr. Vá angariou 14,76% dos votos.

Em 2008, Nilo Coelho concorreu à reeleição contra Paulo Costa (PCdoB), obtendo 61.54% dos votos, contra 38,46% do adversário. Nilo Coelho acabou renunciando menos de dois anos após tomar posse para concorrer à eleição de 2010 como candidato a vice-governador. O atual deputado Charles Fernandes, então vice-prefeito, assumiu a cadeira de prefeito.

Em 2012, Charles acabou eleito prefeito após derrotar Paulo Costa ao conquistar 69,69% dos votos, contra 30,31% do concorrente. Por fim, em 2016, o terceiro duelo consecutivo, Jairo Magalhães foi eleito com 50,85% dos votos, contra 49,15% obtidos por Nilo Coelho.

Em relação a gênero, a candidatura de Valda do PT quebra uma sequência de 20 anos sem candidatas mulheres ao executivo municipal. A última vez que isso ocorreu foi em 2000, quando a ex-prefeita Sizalda Donato concorreu à reeleição, mas acabou derrota pelo ex-prefeito Ariovaldo Boa Sorte.

O surgimento de uma terceira candidatura em 2020, em tese, favorece a candidatura de Nilo Coelho e fragiliza o grupo de Jairo Magalhães, considerando que o PT foi aliado nas últimas eleições, vencidas por diferença considerada pequena de votos, 802. Além disso, o fato do PT ter candidatura própria impede que o governador Rui Costa (PT) suba no palanque de Jairo Magalhães, como ocorreu em 2016. Rui obteve 77,27% dos votos do município nas eleições de governador em 2018 e é considerado um cabo eleitoral importante nas disputadas municipais.

Por outro lado, Nilo Coelho conseguiu impedir o surgimento de uma quarta candidatura ao conquistar o apoio do partido Republicanos, que pretendia lançar candidatura própria. Embora fosse uma eventual candidatura de menor expressão, poderia retirar votos importantes do eleitorado mais alinhado com a direita, que também se identifica com a candidatura do ex-governador.

Câmara Municipal

Para a câmara municipal, um recorde de candidaturas, oito partidos lançaram 147 candidatos, quase 10 para cada uma das 15 vagas. Com relação a 2016, houve um aumento de 56,3% no número de candidaturas ao cargo de vereador. Na última eleição municipal, 94 pessoas concorreram a uma vaga na Câmara Municipal, sendo que dois candidatos acabaram desistindo da disputa.

Jairo Magalhães conta com apoio dos candidatos de seu partido, o PSD, do Avante e do PCdoB. Nilo Coelho é apoiado pelos candidatos do DEM, PSDB e Republicanos, enquanto Valda do PT tem apoio apenas de candidatos a vereador de seu partido. Os candidatos do PV não apoiam formalmente nenhum candidato a prefeito.

(veja quem são os 147 candidatos a vereador em Guanambi)

Veja mais informações sobre os candidatos à prefeitura de Guanambi

Jairo Magalhães (PSD)

Jairo Silveira Magalhães tem 55 anos e já assumiu várias secretarias municipais antes de ser eleito prefeito em 2016, com 50,85% dos votos. Ele também ocupou uma cadeira na Câmara dos Vereadores e foi vice-prefeito na gestão do ex-prefeito Ariovaldo Boa Sorte, além de já ter concorrido à eleição de deputado estadual em 2006, não conseguindo se eleger. O candidato à reeleição tem quase 30 anos de vida pública.

Em sua declaração de bens à Justiça Eleitoral, Jairo afirmou possuir patrimônio avaliado em R$612.445,59, incluindo três propriedades rurais, veículos, dinheiro em espécie, quotas em uma empresa e um terreno urbano.

O vice escolhido para a chapa é o vereador Vandilson Medeiros Alves (PSD), de 45 anos. Ele está em seu terceiro mandato como vereador e foi o escolhido para assumir o lugar de Hugo Costa (PSD), que não será candidato nestas eleições. Ele declarou possuir bens avaliados em R$465.000,00, incluindo uma casa, um automóvel e quotas em uma empresa de distribuição de mercadorias, onde atua como gestor.

(Veja as informações completas dos candidatos)

A coligação Time do Avanço é composta pelo PSD, Avante e PC do B. Os três partidos irão concorrer às vagas da Câmara Municipal com 13, 23 e 17 candidatos respectivamente, 53 no total. Todos já foram registrados.

Nilo Coelho (DEM)

Aos 77 anos, Nilo se candidata à prefeitura de Guanambi pelo quinta vez. Ele foi eleito em três oportunidades e perdeu a última disputa em 2016 para o atual prefeito Jairo Magalhães (PSD), candidato à reeleição.

Em sua declaração de patrimônio foram descritos uma série de bens, incluindo imóveis, fazendas, veículos e aplicações financeiras totalizando R$59.846.596,75.

Nilo terá como candidato a vice-prefeito o vereador Arnaldo Azevedo, o Nal, de 40 anos. Nal está em seu primeiro mandato na Câmara de Vereadores e ganhou notoriedade ao doar mensalmente todo o seu subsídio de vereador para instituições da cidade, além de ter liderado a oposição ao prefeito Jairo Magalhães. Nal declarou patrimônio avaliado em R$ 505.017,45, incluindo uma casa, cotas em empresas e aplicações financeiras.

Veja as informações completas sobre os candidatos

Nilo conseguiu reunir cinco partidos em torno de sua candidatura, PP, Republicanos, PDT, PSL, DEM e PSDB. O DEM e o PSDB registraram 23 candidatos cada à Câmara, enquanto que o Republicanos terá 16 nomes na disputa. Ao todo, 62 candidatos a vereador apoiam a candidatura de Nilo Coelho.

Valda (PT)

Marivalda Santos Pereira de Araújo, a Valda do PT, como será seu nome na urna, tem 51 anos e disputa a segunda eleição de sua vida. Ela terá como candidato a vice-prefeito em sua chapa o médico Edson Luis Lélis Costa, o DR. Luia (PSB).

Valda é agente comunitária de Saúdo e foi candidata ao cargo de deputada estadual em 2018, obtendo mais de 23 mil votos pelo PPL. Em Guanambi foram 834 votos. Ela deixou o PPL e se filou ao PT no ano passado. Em setembro, ela foi eleita presidente do diretório municipal do partido após uma eleição acirrada.

Ela concorre ao cargo de prefeita de Guanambi pela coligação “A força do povo”, agregando os partidos PT e PSB. Em sua declaração à Justiça Eleitoral, Valda afirmou que não possui bens registrados em seu nome. (Veja mais informações sobre a candidata a prefeita)

Dr. Luia vai disputar a sua primeira eleição. À Justiça Eleitoral ele declarou possuir bens avaliados em R$3.646.500,00, incluindo imóveis, veículos, propriedades rurais e quotas em empresas.

O PT de Guanambi terá 20 candidatos ao legislativo municipal. Já o PSB não registrou candidatos a vereador. O prazo para registro das candidaturas termina neste sábado (26) e a campanha eleitoral inicia oficialmente neste domingo (27).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui