27 C
Guanambi
18.9 C
Vitória da Conquista

Em um mês, 1.850 passageiros viajaram no voo da Azul de Guanambi para Belo Horizonte

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Nesta quarta-feira (20), a Azul Linhas Aéreas completou um mês de operações no Aeroporto Isac Moura Rocha em Guanambi. Neste período foram 16 voos de ida e de volta para Belo Horizonte.

De acordo com as informações da Prefeitura de Guanambi, foram 938 embarques e 912 desembarques, totalizando 1.850 passageiros transportados nas viagens dos dois trechos. Considerando a lotação de 70 passageiros nas aeronaves ATR-72, usadas pela companhia na operação, a taxa de ocupação média é de 82,5%, ou 58 passageiros por viagem.

Nesta semana, a Azul confirmou que irá aumentar a frequência dos voos em Guanambi. Além das operações aos domingo, segundas, quartas e sextas, a empresa vai operar também às quintas-feiras a partir da próxima semana. A ampliação ocorre devido à postergação da volta do voo de Belo Horizonte para Lençóis, na Chapada Diamantina. Com isso, a empresa vai usar a aeronave para reforçar as viagens.

Os voos da Azul para Guanambi saem do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, sempre às 13 e o desembarque acontece por volta das 14h45. A volta sai às 15h35 e chega à capital mineira por volta das 17h25.

Em simulação realizada na manhã desta quinta-feira (21) no site da companhia aérea, é possível comprar passagens a partir de R$ 305 para cada trecho, desde que haja antecedência superior a um mês. Para quem pretende viajar nesta sexta-feira (22) e não se planejou, as passagens custam mais de R$ 1.350,00 por trecho.

Com a demanda satisfatória nos voos para Belo Horizonte, a expectativa na cidade agora é para a implementação de novas linhas, principalmente para a capital Salvador. No entanto, ainda não há nenhum anúncio por parte do Governo ou de empresas para início desta operação.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -