30.3 C
Guanambi
24.3 C
Vitória da Conquista

Lei municipal torna bíblia patrimônio cultural imaterial de Guanambi

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Um projeto de lei aprovado na Câmara dos Vereadores e sancionado pelo prefeito Nilo Coelho tornou a bíblia sagrada patrimônio cultural imaterial do município de Guanambi.

Apresentada pelo pelo vereador Natanael Santos Souza (Avante), o Pretinho, a proposta foi efetivada nesta segunda-feira (6), com a publicação no Diário Oficial do Município.

Na justificativa enviada aos colegas de parlamento na apresentação do projeto, o vereador disse que a proposta visa assegurar a bíblia como patrimônio imaterial do município para que gerações futuras possam conhecer seu passado, suas tradições, sua história, os costumes e cultura.

Ele ressaltou ainda que sua ideia contribui para a preservação da identidade cultural da população, passando de geração a geração, uma vez considerado o livro mais vendido de todos os tempos, como mais de seis bilhões de cópias em todo mundo.

O vereador ainda manifestou suas crenças em relação a bíblia como única e verdadeira, baseada nas escrituras feitas sob orientação divina.

Religião e Política

Em 2017, o então prefeito Jairo Magalhães, aliado do vereador Natanael, também usou dos artifícios da função pública para professar sua fé religiosa. Ele editou um decreto onde simbolicamente entregava as chaves da cidade a Deus e cancelava pactos religiosos que não fossem de natureza cristã.

À época, ele foi muito criticado e a atitude chegou a ser considerada intolerante contra outras religiões, além de repercutir de em todo o país e até no exterior. O caso também tomou contornos judiciais.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -