26.8 C
Guanambi
26.3 C
Vitória da Conquista

Remessa de trilhos vindos da China para Fiol II chegou ao canteiro de obras em Guanambi

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Cerca de 15 mil toneladas de trilhos para construção do trecho da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) entre Caetité e Barreiras já chegaram ao pátio de obras instalado em Guanambi.

A carga veio de navio da China, onde o material foi fabricado, e desembarcou em Salvador em meados de dezembro. Por meio de carretas, os trilhos foram transportados até o canteiro da Valec, estatal responsável pela construção da ferrovia.

Nesta segunda-feira (3), O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, fez uma publicação em suas redes sociais para informar a chegada da carga ao depósito em Guanambi. “Vocês gostam de evidências? Eu também. E aqui vai + uma de que a revolução ferroviária já está acontecendo no Brasil. Última remessa de trilhos do lote 5 da FIOL 2, que vai ligar Caitité a Barreiras, desembarcou no Porto de Salvador e já está no canteiro de obras, lá em Guanambi/BA”, disse.

O ministro também disse que esta remessa de trilhos está reservada para o trecho entre Caetité e a ponte sobre o rio São Francisco, no município de Bom Jesus da Lapa. Ele ressaltou que os trilhos foram comprados com recurso 100% privado, “fruto da criatividade e ousadia do investimento cruzado. Legado do presidente Jair Bolsonaro”, completou.

Ao todo, desde outubro, três navios chegaram ao porto de Salvador vindos da China com mais de 64 mil toneladas de trilhos para a construção dos 485 quilômetros da Fiol II. O trecho está com cerca de 50% de conclusão, incluindo a ponte sobre o rio São Francisco, maior ponte ferroviária do país, terminada no final de 2018.

A Fiol I foi entregue a iniciativa privada com cerca de 75% de conclusão. A Bahia Mineração (Bamin), empresa responsável pela exploração da mina Pedra de Ferro, em Caetité, venceu o leilão de concessão e vai concluir a obra, além de construir um terminal portuário em Ilhéus, o Porto Sul.

.

 

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -