24.6 C
Guanambi
21.8 C
Vitória da Conquista

Ordem de serviço para pavimentação da BR-030 entre Carinhanha e Cocos foi assinada no início da semana

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Na última segunda-feira (21), em visita a Ilhéus, no Sul Baiano, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e o superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Amauri Sousa Lima, assinaram a ordem de serviço para início das obras de pavimentação da BR-030, entre Cocos e Carinhanha, via Feira da Mata.

A Construtora Luiz Costa Ltda foi a empresa vencedora que irá executar os dois lotes da obra. Para o lote 1, a proposta da empresa foi de R$ 103.877.736,4300 e de R$ 89.676.476,9984 para o lote 2, totalizando pouco mais de R$ 193,5 milhões. A estimativa do Dnit era gastar até R$ 205 milhões nos dois lotes.

A ordem de serviço é válida para o Lote 1, compreendendo o trecho de 46 quilômetros entra Cocos e Feira da Mata. Pelo menos por enquanto, não haverá obras no trecho que finaliza na cidade de Carinhanha.

Ao todo, serão pavimentados 88,6 quilômetros da BR-030. Também serão construídas três pontes, sendo duas no lote I, sobre o Riacho São José e o Riacho Feira da Mata, e uma no lote II, sobre o Riacho Itapicuru. O projeto de pavimentação da rodovia está concluído desde 2017 e foi atualizado antes do processo licitatório ser iniciado.

A rodovia BR-030

A BR-030 foi pensada na década de 70 para ligar Brasília a áreas portuárias do litoral baiano, especificamente Maraú, com traçado original de 748,1 quilômetros. Quase 50 anos depois, muitos trechos estão sem pavimentação ou até mesmo ainda não construídos. O maior trecho pavimentado, de cerca de 270 quilômetros, corta os municípios de Carinhanha, Malhada, Palmas de Monte Alto, Guanambi, Caetité, Lagoa Real, Brumado e Sussuarana, no município de Tanhaçu.

Em maio deste ano, moradores das cidades do entorno da rodovia protestaram fechando o tráfego por cerca de 24 e pedindo a pavimentação da rodovia de Cocos a Carinhanha. Eles pediram a substituição imediata do cascalhento para asfalto, com o o objetivo de melhorar as condições de rodagem, principalmente em períodos chuvosos.

De acordo com o Dnit, a implantação e pavimentação da BR-030 é uma poderosa arma para atrair investimentos nessas cidades que compõem a área de influência do empreendimento, o que irá viabilizar a instalação de empresas nos diversos setores da economia, com o consequente aumento da renda e do nível de emprego da população, e redução dos índices de pobreza.

Além disso, segundo o órgão, a pavimentação visa também melhorar o nível de mobilidade do tráfego de longa distância, na ligação entre o Centro-Oeste ao Nordeste do país, assim como, garantir níveis de acessibilidade satisfatórios no atendimento do tráfego regional da área de influência e aumentar a capacidade de circulação de veículos.

Para a população da região, a expectativa é de que a pavimentação facilite o acesso às cidades de Cocos e Feira da Mata, favorecendo principalmente o escoamento da produção agrícola.

Com o início da operação da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) nos próximos anos, o fortalecimento da infraestrutura terrestre pode garantir novos investimentos para conclusão de todos os trechos da BR-030.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -