30.8 C
Guanambi
22.1 C
Vitória da Conquista

Guanambi tem primeiro pré-candidato surdo da história

Mais Lidas

A próxima eleição municipal em Guanambi poderá ter um candidato surdo pela primeira vez na história. Trata-se de Yuri Fernandes Araújo, que anunciou sua pré-candidatura a uma das 17 cadeiras da Câmara Municipal.

Formado em Pedagogia Bilíngue pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e pós-graduado em Libras, o postulante a vereador tem 32 anos e atua como professor surdo, instrutor de Libras, palestrante e ativista dos direitos das pessoas com deficiência, sendo membro ativo da Associação de Pais e Amigos de Pessoas com Deficiência Auditiva de Guanambi e Região (Apada).

Yuri é filiado ao diretório municipal do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), legenda que deve fazer parte da coligação do prefeito Nal Azevedo (Avante), candidato à reeleição.

Yuri Surdo pré-candidato
Foto: Arquivo Pessoal

À Agência Sertão, ele disse que apresentará durante a campanha, caso sua candidatura seja aprovada pelo partido, propostas voltadas ao fortalecimento da Rede Municipal de Defesa e Promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência, incluindo o Transtorno do Espectro Autista (TEA) e Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), visão monocular, surdocego, surdo unilateral, doenças raras, deficiência oculta e lúpus.

Yuri disse que também pretende atuar em favor da execução das políticas públicas de inclusão, pela construção e implementação do Plano Municipal e  Fundo Municipal, e pela criação de uma secretaria municipal dedicada a ações em favor das pessoas com deficiência. Ele afirmou ainda que pretende trabalhar em políticas públicas de saúde, educação, tecnologia assistiva, ciência e tecnologia, bem como fomentar o debate sobre empregabilidade e empreendedorismo, moradia e assistência.

“Estou construindo e debatendo com a comunidade propostas para possibilitar a inclusão de pessoas com deficiência e a acessibilidade nas áreas de assistência social, educação, saúde, esporte, lazer, cultura, segurança pública e trabalho”, afirmou o pré-candidato à reportagem.

Convenções

Os partidos políticos terão entre os dias 20 de julho e 5 de agosto para realizar as convenções partidárias, deliberar sobre coligações e escolher candidatas e candidatos às prefeituras, bem como ao cargos de vereador. Definidas as candidaturas, as agremiações têm até 15 de agosto para registrar os nomes na Justiça Eleitoral.

A campanha eleitoral será liberada a todos os candidatos devidamente registrados a partir do dia 16 de agosto. Já as eleições ocorrerão no dia 6 de outubro.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas