32.3 C
Guanambi
26.8 C
Vitória da Conquista

Técnicos do Dnit visitaram local onde será construída nova ponte sobre o Rio São Francisco ligando dois estados

Mais Lidas

Técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) realizaram uma visita técnica no local onde será erguido o canteiro de obras da nova ponte sobre o Rio São Francisco, ligando as cidades de Penedo, em Alagoas, Neópolis, em Sergipe. A atividade foi realizada na manhã desta segunda-feira, 15 de abril.

Em janeiro, o Dnit emitiu uma ordem de serviço para a elaboração dos projetos básico e executivo de engenharia e posterior execução das obras de construção da ponte. A obra será executada pelo órgão federal, vinculado ao Ministério dos Transportes.A extensão será de 1,18 quilômetros, com 18 metros de largura e um trecho central em balanço sucessivo de 300 metros, com vãos laterais de 75 metros e vão central de 150 metros.

O investimento previsto é de R$ 268,4 milhões, contemplando no projeto os acessos, calçadas e ciclovias, entre outras benfeitorias. A obra terá impacto positivo para os moradores locais, para o turismo e desenvolvimento econômico da região.

De acordo com o site Aqui Acontece, a secretária municipal de Infraestrutura de Penedo, Amanda Lima, acompanhou a visita ao lado de técnicos da pasta. Ela ressaltou a importância da visita técnica para a definição do local ideal para a instalação do canteiro de obras.

“Viemos fazer essa visita técnica com a equipe do DNIT e com a empresa contratada para fazer a construção da ponte para saber qual o melhor local para construção do canteiro de obra, que vai ser erguido aqui, do lado de Penedo”, afirmou Lima.

“Nós estamos aqui às margens do Rio São Francisco para verificar o melhor local para instalação do canteiro da obra que é a ponte sobre o rio São Francisco, ligando os estados de Alagoas e Sergipe, pelos dos municípios de Penedo e Neópolis, beneficiando o pessoal da região, o turismo e desenvolvimento econômico. O mais rápido possível nós vamos instalar os equipamentos e mobilizar a infraestrutura necessária para o início das obras”, declarou Rommel Cruz, presidente da Comissão de Fiscalização do DNIT, durante a visita.

Atualmente, o acesso até Neópolis, a partir de Aracaju, pode ser efetuado tanto pelo interior, pelas BR-101/BR-335, em percurso de cerca de 120 quilômetros, como também pelo litoral, tomando a SE-100, em um percurso de cerca de 110 quilômetros. A partir de Maceió/AL, o acesso até Penedo tem o menor percurso (cerca de 170 quilômetros de extensão), pelas rodovias BR-101 e AL-105.

O trecho a ser projetado deverá receber influências de alguns polos geradores de tráfego, bem como das vias existentes na localidade (tráfego local) e de algumas rodovias, cujo tráfego poderá ser desviado para a nova ponte. É importante destacar que atualmente a travessia é feita, muitas vezes, por meio de balsas.

 

 

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas