Blog do Anderson
Blog do Anderson
O deputado federal Arthur Maia (SD), relator do projeto de lei que regulamenta a terceirização, afirmou durante passagem por Vitória da Conquista que a CUT promove manifestações contrárias à proposta por razões econômicas. “A CUT está contra o projeto porque eles estão preocupados exclusivamente com a arrecadação das centrais sindicais. A CUT acredita que quando o projeto for aprovado vão surgir novas categorias profissionais, consequentemente vão surgir novos sindicados e bolo do imposto sindical vai ser redividido, vai ser redistribuído, é por isso que eles são contra”, afirmou o parlamentar. De acordo com o Blog do Anderson, Arthur Maia aproveitou a oportunidade para defender a aprovação do controverso projeto. “Estamos criando uma lógica de terceirização, já que ela existe e nunca vai deixar de existir não só no Brasil, mas em todas as economias modernas do planeta, a lógica é criar uma série de exigências para que a empresa possa funcionar como terceirizada”, afirmou. Segundo Maia, tanto a empresa terceirizada como também a que contratar a terceirização serão responsáveis “pelo pagamento de todas as obrigações trabalhistas”. “Quer dizer que o trabalhador no futuro não tiver o seu direito adquirido recorrer tanto contra a empresa terceirizada como quem contratou a terceirizada, porque é mais uma garantia para o trabalhador”, justifica.
Anúncio

Deixe uma resposta