Anúncio

RTEmagicC_30e7573ca0.jpgEstudantes dos 24 campi da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) estão sem aulas por tempo indeterminado a partir de hoje, por causa da greve dos professores da instituição. De acordo com a Associação

de Docentes da Universidade da Bahia (Aduneb), que deflagrou greve da categoria na assembleia realizada na última quinta-feira, todos os professores paralisaram as atividades.

A principal reivindicação é o aumento do orçamento das universidades estaduais para, no mínimo, 7% da Receita Líquida de Impostos. Dos 33.064 alunos matriculados na instituição, 21.890 estão na graduação regular, 5.950 na graduação a distância e 5.224 na pós-graduação.

Outras três universidades estaduais também estão em greve: a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

O governo estadual informou que o orçamento das universidades estaduais é 10,3% maior em 2015, totalizando R$ 1,1 bilhão, e que as promoções e progressões foram asseguradas para este mês. Uma nova reunião está marcada para o dia 19. (Correio)

Anúncio

Deixe uma resposta