Reprodução
Anúncio

Depois de ter a taça do título mundial de 2012 penhorada pela Justiça paulista, o Corinthians anunciou que está entrando em acordo com o credor da dívida de R$ 2,48 milhões, o Instituto Santanense.

O caso se arrasta desde de 2005, na gestão do presidente Alberto Dualina. Na ocasião, o clube rompeu um contrato que cedia parte do seu antigo estádio, o Parque São Jorge, à instituição de ensino, então denominada Unisantana.

Depois de o presidente do clube, Andrés Sanchez, classificar a ordem de penhora da 3ª Vara Cível paulista como “midiática”, representantes do clube e do Instituto Santanense deram entrevista juntos, no centro de treinamento corintiano, para dizer que estão próximos de uma solução amigável e que já vinham negociando uma solução antes da penhora da taça.

O título do Mundial de Clubes de 2012 foi conquistado pelo Corinthians contra o Chelsea, com a vitória de 1 a 0 na cidade japonesa de Yokohama.

Com um gol do atacante peruano Guerrero, hoje suspenso do futebol por doping com cocaína num jogo das eliminatórias de Copa do Mundo da Rússia, da seleção peruana contra a Argentina.

Em Curitiba, seis pessoas já estão presas pelo assassinato do jogador do São Paulo Daniel Freitas. O empresário Edison Brittes, conhecido como “Juninho Riqueza” , que confessou ter matado Daniel, a mulher dele, Cristiana, e a filha, Allana. Também já estão na cadeia David Willian Villero Silva, de 18 anos; Igor King, de 20, e Eduardo Henrique Ribeiro da Silva, de 19 anos.

Daniel foi espancado, mutilado e morto, segundo Brittes, por ter tentado estuprar sua mulher na residência do casal, após uma festa de aniversário da filha deles numa boate.

Mas a polícia não aceita esta versão e prendeu também as duas mulheres como cúmplices, além dos três homens que ajudaram na execução do crime, ocorrido em São José dos Pinhais.

 

*Por Jorge Wamburg- Agência Brasil

Anúncio

Deixe uma resposta