Reprodução

A Justiça de Juiz de Fora, em Minas Gerais, decidiu absolver Adélio Bispo, autor do atentado a facadas contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). A decisão foi tomada nesta sexta-feira (14). A informação é da revista Crusoé. O ataque aconteceu quando o militar da reserva fazia campanha presidencial.

Segundo a publicação, a decisão do juiz federal Bruno Savino tem como base o fato do agressor ter sido considerado inimputável, após laudos médicos. Mesmo com a sentença positiva, Adélio deve permanecer internado por tempo indeterminado. Ele será submetido a perícia médica em 2022, daqui há três anos.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui