Reprodução

Policiais do 17º Batalhão de Polícia Miltar (17ºBPM) de Guanambi compareceram a uma residência no bairro Ipiranga na noite desta sexta-feira (27), após denúncia de uma festa em uma residência.

Segundo os policiais, a reclamação se deu devido ao som em volume excessivo, o que foi constatado quando os policiais chegaram à rua Palmira Cardoso. Além disso, um decreto municipal impede a aglomeração de pessoas em razão das medidas de contenção do Coronavírus.

No local, a proprietária de 37 anos de idade informou que estava festejando o aniversário de seu filho. Segundo o Portal Vilson Nunes, a polícia informou ter flagrado diversos jovens fazendo uso de bebida alcoólica na festa.

Todas as 62 pessoas foram abordadas pelos policiais, sendo 30 adolescentes e 32 adultos. Além da proprietária da residência, um indivíduo que segundo a polícia, é envolvido no tráfico de drogas na cidade foi levado à delegacia.

A proprietária da residência foi encaminhada à Delegacia para responder criminalmente por estar servindo bebida alcoólica para menores de idade e por estar descumprindo decreto municipal que proíbe realização de festas. O homem foi levado por estar violando as regras impostas pela justiça à sua liberdade condicional, sendo que ele havia sido solto há cerca de um mês.

Ainda segundo o Portal Vilson Nunes, os 30 adolescentes também foram conduzidos para delegacia e entregues ao Conselho Tutelar e posteriormente aos seus pais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui