Na última quarta-feira (6), a emissora da TV Sudoeste, afiliada da rede Globo em Vitória da Conquista, pediu esclarecimentos e questionou a postura do prefeito de Guanambi sobre o relaxamento do isolamento social no município. O apresentador do jornal Bahia Meio Dia, à época, afirmou que tentou contato com a assessoria e com o gestor e não obteve resposta.

Nesta segunda-feira (11), o prefeito Jairo Magalhães enviou uma reposta em forma de vídeo que justifica a decisão e afirma que Guanambi está equipada com dois hospitais para caso aconteça caso de covid-19 na cidade. No entanto, os dois locais ainda estão sendo adaptados para poder receber os doentes.

O questionamento surgir após ser publicado no diário oficial do município o decreto Nº 746 de 4 de Maio de 2020 e as portarias municipais, autorizando e regulamentando funcionamento de igrejas, academias, bares e restaurantes no município. Mesmo que de forma parcial, a decisão não foi convincente para o Conselho Municipal de Saúde (CSM) que emitiu uma nota pública de preocupação e recomendação para a revogação dos atos, bem como, trouxe dúvidas e questionamentos da emissora baiana e até mesmo de populares.

Durante o vídeo enviado a emissora, o prefeito afirmou que a flexibilização “é fruto de um intenso diálogo com comerciantes e com prestadores de serviços e que estes estão, até o momento, obedecendo as rígidas regras para o funcionamento parcial desses estabelecimentos, evitando assim o caos econômico e social com o fechamento várias empresas (…) tudo sem perder o foco central com cuidado com a saúde que é a nossa prioridade”.

O CMS em nota, questionou, inclusive, o funcionamento do comercio em Guanambi, pois se trata de uma cidade de polo econômico e educacional. E assim, consequentemente, há um grande fluxo de pessoa indo e vindo todos os dias. O prefeitura, até o momento, não respondeu a nenhum questionamento da CMS.

Já com relação aos questionamentos anteriores do jornalista da TV Sudoeste sobre a flexibilização, o prefeito explicou – “esses setores flexibilizados, estão sendo monitorados regulamente  e sob uma rígida fiscalização da vigilância sanitária”. Ele também acrescentou que anteriormente, os comércios que descumpriam o decreto de fechamento do comercio, foram interditados.

Segundo informações obtidas pela Agência Sertão, Guanambi conta com apenas três profissionais no setor de vigilância para monitorar todos os estabelecimentos da cidade.

No vídeo, o prefeito afirmou que Guanambi é um dos poucos municípios da Bahia com mesmo porte a ser equipada e ter suporte e estruturas próprias com dois hospitais na cidade. ” (…) eu disse dois hospitais para o combate ao covid-19. O hospital de campanha que locamos na antiga estrutura da Promater e o Hospital Municipal, este dotado de UTI, respiradores e uma ala separada para aquele cidadão humilde que não têm condições financeiras ou estrutura para cumprir a quarentena em casa”, afirmou o prefeito.

Em seguida, contrariando o que disse, afirma que os dois hospitais contarão com 34 leitos para os pacientes de casos leves, moderados e graves do covid-19.

A perspectiva é que serão criados 20 leitos para tratamento de pacientes com sintomas leves no prédio onde funcionava a Promater, na Praça José Ferreira, no Centro.  Outros 14 leitos serão para tratamento de pacientes com sintomas moderados serão no Hospital Municipal, onde também funcionarão seis leitos de UTI. O imóvel onde funcionava o antigo Hospital São Lucas está alugado à prefeitura desde 2016 para a realização de cirurgias eletivas da rede municipal de saúde.

A Agência Sertão, solicitou da prefeitura fotos ou liberação para registrar os locais, até o momento, não obteve retorno.

Confira o vídeo na integra.

Participei hoje do BA TV regional, respondendo aos questionamentos sobre a flexibilização do comércio em nossa cidade !Aperte o play e assista ⏯

Posted by Jairo Magalhães on Monday, May 11, 2020

 

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui